Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ford moderniza Focus

Compacto da gama Ford em meio de ciclo de vida, o Focus beneficia de um ‘facelift’ que reforça o seu poder de sedução. Visual mais expressivo, mais conectividade e propulsores eletrificados são os novos argumentos.

Adriano Oliveira aoliveira@netcabo.pt 17 de Outubro de 2021 às 15:42
  • Partilhar artigo
  • ...
A Ford acaba de apresentar, em estreia mundial, o novo Focus reestilizado, que tem chegada prevista aos mercados internacionais no início do próximo ano. Tal como o Fiesta , igualmente atualizado recentemente, o Focus adota um novo visual com grupos óticos de LED e o emblema oval azul da Ford posicionado ao centro da grelha dianteira superior de grandes dimensões.

Os melhoramentos no ‘design’ do modelo abrangem as versões Titanium, ST-Line e Active, cada uma delas com elementos estéticos únicos distintivos, que podem ser enriquecidas com o Pack X e o Pack Vignale, com acabamentos de luxo.

Em matéria de conectividade, o novo Focus destaca-se pela adoção da tecnologia Ford SYNC 4, inaugurada no Mustang Mach-E, que permite a navegação conectada à ‘cloud’ e comandos de voz com compreensão da linguagem natural. O SYNC 4 é suportado por um ecrã de 13,2 polegadas, com uma ‘interface’ intuitiva concebida para simplificar a navegação numa vasta gama de funcionalidades de condução e conforto. A tecnologia permite também atualizações de ‘software’ Ford Power-Up, via wireless’, para melhorar a sua funcionalidade.

Entre as tecnologias de assistência ao condutor que fazem agora a sua estreia no Focus, destacam-se o assistente de ângulo morto, que monitoriza o ângulo morto do lado do condutor da aproximação de veículos por trás, aplicando correções na direção para avisar o condutor e evitar a mudança de faixa caso seja detetada uma potencial colisão.

Sob o capot, o novo Focus conserva as mesmas motorizações do seu antecessor com o bloco 1.0 EcoBoost de 48 volts de 125 ou 155 cv, mas que agora estreia uma opção de transmissão Powershift de dupla embraiagem e sete relações.

O motor a gasóleo 1.5 EcoBlue mantém-se sem alterações. Está disponível com 95 cv e 120 cv de potência, com consumos de 4,0 l/100 km e emissões de CO2 desde 106 g/km (WLTP).

No habitáculo, a Ford anuncia uma melhoria no espaço da versão Station, que pode receber até 1.653 litros de carga na bagageira e que dispõe agora de revestimentos resistentes à água e mais fáceis de limpar (tapete e guarnições laterais), e de uma divisória vertical que permite uma organização simples e eficaz do espaço.

Versão desportiva Focus ST
A Ford também revelou o novo Focus ST, desenvolvido pela Ford Performance, que apresenta um novo estilo exterior desportivo e novas jantes de liga leve, uma vistosa opção de cor de carroçaria Green Mean e bancos ‘Performance’ desenvolvidos internamente, que substituem os anteriores Recaro.

Esta versão desportiva continua em catálogo com o motor a gasolina EcoBoost 2.3 turbo de 280 cv de potência e 420 Nm de binário. A caixa manual de seis velocidades é de série com tecnologia de controlo das rotações, quando conjugada com o Pack X opcional, oferecendo reduções de caixa mais suaves e consistentes. Está também disponível uma caixa automática de sete velocidades com comando por patilhas.

Outras tecnologias de condução desportiva incluem um diferencial autoblocante eletrónico que melhora o comportamento em curva e a motricidade em aceleração, bem como controlo contínuo de amortecimento, o qual controla, 500 vezes por segundo, a direção, a travagem, a suspensão e as reações da carroçaria de forma a ajustar a resposta do amortecimento para os melhores padrões de conforto e comportamento em curvas.
Ver comentários
Outras Notícias