Automóvel Produção automóvel sobe mais de 20% em janeiro

Produção automóvel sobe mais de 20% em janeiro

A produção automóvel em Portugal aumentou 22,4% em janeiro face a igual mês de 2018, atingindo as 30.926 viaturas.
Produção automóvel sobe mais de 20% em janeiro
Pedro Curvelo 25 de fevereiro de 2019 às 17:54
A produção automóvel no primeiro mês deste ano atingiu os 30.926 veículos, uma subida de 22,4% face a janeiro de 2018, indicou esta segunda-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

A produção de veículos ligeiros registou um crescimento de 26%, ascendendo a 26.271 viaturas. 

Já o segmento de comerciais ligeiros apresentou uma subida de apenas 2,8%, para 4.199 unidades.

O segmento de pesados contabilizou 456 unidades, o que corresponde a um incremento de 39% em termos homólogos.

A ACAP indica ainda que 97,1% dos veículos produzidos destinaram-se à exportação, com a Alemanha (20,8%), Itália (15,3%) e França (13%) a serem os principais destinos.

No ano passado foi batido o recorde de produção automóvel com 294.366 veículos, uma subida de 67,7% face a 2017, sendo que o anterior máximo, de 271.030, remontava a 1998.

 
Em 2018, a Autoeuropa representou 75,1% da produção e a PSA de Mangualde teve um peso de 21,4%, sendo responsáveis, em conjunto, por 96,5% dos veículos fabricados no país.


Este ano, a Autoeuropa deverá aumentar a produção alcançada em 2018, que se cifrou  em 220.922 veículos, uma vez que o reforço dos turnos semanais de 17 para 19 apenas ocorreu na segunda metade do ano passado. A fábrica da Volkswagen em Palmela não avançou uma previsão para os volumes de produção para este ano.

 

A PSA Mangualde, por seu turno, indicou uma estimativa de produção para este ano entre 70 a 80 mil unidades. A fábrica começará no segundo semestre a produzir o novo Opel Combo, para além dos dois modelos que já fabrica: o Peugeot Partner/Rifter e o Citroën Berlingo/Berlingo Van. A empresa indicou ao Negócios que estima produzir 10.500 a 12 mil unidades do Opel Combo este ano.

 

O secretário-geral da ACAP, Helder Pedro, disse ao Negócios que "tudo indica que em 2019 a fasquia dos 300 mil veículos será superada" embora o crescimento seja inferior ao de 2018, uma vez que a Autoeuropa já está a produzir próximo da capacidade máxima.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI