Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A “arte difícil” de recuperar crédito de devedores sem bens

Numa audição parlamentar, que durou mais de oito horas, António Ramalho afastou o “mito” do excesso de imparidades. Assumiu a dificuldade que é a atividade de recuperação de créditos, tendo encontrado muitos devedores sem património associado.

Pedro Catarino
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 20 de Maio de 2021 às 10:00
  • Partilhar artigo
  • 20
  • ...

António Ramalho foi mais uma vez ao Parlamento, desta vez no âmbito da comissão parlamentar de inquérito ao Novo Banco. Numa audição que durou mais de oito horas, o CEO do banco garantiu que a ideia de que tem registado “perdas e imparidades excessivas” é um mito. E frisou estar a fazer tudo para recuperar os créditos, nomeadamente junto dos maiores devedores da instituição financeira. Isto ao mesmo tempo que tem

...

Ver comentários
Saber mais António Ramalho Novo Banco banca política
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias