Banca & Finanças Empresa que ficou com ativos do Banif paga mais de metade do empréstimo

Empresa que ficou com ativos do Banif paga mais de metade do empréstimo

A Oitante pagou hoje 15 milhões de euros referentes ao empréstimo obrigacionista recebido em 2015, quando foi criada para gerir ativos do ex-Banif, disse em comunicado.
Empresa que ficou com ativos do Banif paga mais de metade do empréstimo
Vítor Mota
Lusa 28 de fevereiro de 2019 às 13:32

Com este reembolso antecipado, a Oitante pagou já 376 milhões de euros, equivalente a 50,4% dos 746 milhões de euros inicialmente recebidos.

 

A sociedade-veículo Oitante foi criada pelo Banco de Portugal, em dezembro de 2015, no âmbito da resolução do Banif, gerindo os ativos que pertenciam ao Banif e que o Santander Totta não quis comprar e que podem, eventualmente, ser recuperados (imóveis com imparidade, crédito malparado, participações financeiras em empresas com atividade deficitária ou em processo de venda).

 

A empresa é liderada por Miguel Barbosa.

 

Esta empresa é detida pelo Fundo de Resolução bancário, entidade na esfera do Estado financiada pelas contribuições dos bancos e gerida pelo Banco de Portugal.

 

A emissão obrigacionista de 746 milhões de euros que a Oitante emitiu aquando da sua criação, para se financiar, tem o seu vencimento em dezembro de 2025. Estas obrigações beneficiam de garantia do Fundo de Resolução e da contra garantia do Estado português.

 

No comunicado hoje divulgado, a Oitante referiu que "o resultado agora alcançado não teria sido possível atingir neste período sem a extraordinária dedicação e profissionalismo de todos os seus trabalhadores" e que em breve apresentará os resultados de 2018, que - disse -- "irão refletir a 'performance' [desempenho] positiva da sociedade".

 

A Oitante teve lucros de 30,1 milhões de euros em 2017, acima dos 11,5 milhões de euros de 2016.

 

A Oitante tinha 94 funcionários em 2017, último ano com dados conhecidos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI