Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ex-Barclays nomeado para a comissão executiva do Novo Banco

O Conselho Geral e de Supervisão do Novo Banco aprovou a nomeação de Andrés Baltar como novo membro da comissão executiva do banco, naquela que será uma equipa mais reduzida do que a anterior. António Ramalho foi reconduzido como presidente executivo.

A auditoria aos atos de gestão do BES e do Novo Banco foi entregue pela Deloitte ao Governo na semana passada.
Pedro Nunes/Reuters
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 22 de Outubro de 2020 às 17:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O fundo norte-americano já está a fazer mudanças na administração do Novo Banco. A instituição financeira nomeou Andrés Baltar para a comissão executiva, naquela que será uma equipa de apenas seis elementos, face aos oito anteriores. António Ramalho foi reconduzido na liderança do banco. 

"O Conselho Geral e de Supervisão do Novo Banco aprovou hoje a nomeação de Andrés Baltar como novo membro da comissão executiva do banco", refere a instituição financeira num comunicado enviado esta quinta-feira, numa decisão tomada na reunião do Conselho Geral e de Supervisão desta quinta-feira. 

Andrés Baltar conta com mais de duas décadas de experiência em banca de empresas. O gestor espanhol liderou esta área no Barclays Bank na Europa, sendo responsável por Portugal e Espanha. O gestor está no grupo Barclays desde 2001, depois de 12 anos na operação em Madrid do Manufacturers Hanover Trust / Chemical Bank / The Chase Manhattan Bank.

"É com grande prazer que dou as boas-vindas a Andrés Baltar ao Novo Banco. É um importante contributo à equipa do Conselho Executivo e com a sua riqueza de conhecimento e experiência de banca de empresas, ajudará a crescer e a desenvolver o segmento de empresas e PME", afirmou Byron Haynes, "chairman" do Novo Banco, citado no comunicado.  

Por outro lado, António Ramalho foi reconduzido no cargo, para o mandato 2021 a 2024. O conselho "nomeou António Ramalho para Presidente da Comissão Executiva; Mark Bourke como CFO; Luísa Soares da Silva com o pelouro jurídico e de compliance; Rui Fontes como Chief Risk Officer; e Luis Ribeiro com o pelouro Comercial de Retalho", refere o banco num outro comunicado. 

As nomeações dos membros do conselho de supervisão e da comissão executiva ficam sujeitas à autorização das autoridades reguladoras. 

Ramalho com equipa mais pequena
A entrada no gestor na administração do Novo Banco foi avançada na quarta-feira pelo Eco. António Ramalho mantém-se como CEO do banco, mas a comissão executiva passará a ter seis elementos em relação aos oito que tinha. De saída está Vítor Fernandes - que será substituído por Andrés Baltar -, Jorge Freire Cardoso e José Eduardo Bettencourt, com efeitos a 30 de novembro de 2020.

"O atual mandato dos membros do Conselho de Administração Executivo, Vítor Fernandes, José Eduardo Bettencourt e Jorge Freire Cardoso, termina a 31 de dezembro de 2020. No entanto, foram aceites as suas renúncias, com efeitos a partir de 30 de novembro de 2020, permitindo que a equipe recém-nomeada esteja alinhada e envolvida no plano estratégico 2021-2024, antes de 2021, reforçando o processo de transição", refere o Novo Banco. 

O Novo Banco "está confiante que estas alterações na estrutura de governance irão fortalecer o banco e garantir-lhe uma melhor posição no apoio ao sistema financeiro português e à economia em geral", remata a instituição financeira. 


(Notícia atualizada com mais informação.)

Ver comentários
Saber mais Barclays Bank Conselho Geral e de Supervisão do Novo Banco Barclays Andrés Baltar
Outras Notícias