Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo Montepio com prejuízos de 145 milhões de euros em 2014

As contas consolidadas da Associação Mutualista Montepio Geral, que agregam a caixa económica e as outras participadas, continuam no negativo. Ainda assim, melhoraram face aos 336 milhões de 2013. As contas foram divulgadas após as eleições na organização.

Bruno Simão
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 14 de Dezembro de 2015 às 18:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

O grupo Montepio obteve prejuízos de 145 milhões de euros no ano passado. Este é o resultado líquido negativo apurado pela Associação Mutualista, consolidando as contas de todas as suas participadas, nomeadamente a Caixa Económica Montepio Geral.

 

Foram 145 milhões de euros de prejuízos em 2014 o que, para o grupo cujo presidente António Tomás Correia foi reeleito, é uma "evolução positiva face a 2013", período em que foi registado um prejuízo de 336 milhões de euros.

 

As contas de 2014 foram divulgadas a 14 de Dezembro no site do grupo, dia em que foi marcada a assembleia-geral para 29 de Dezembro, pelas 20:00, onde será votado o relatório e contas consolidado.

 

Para este resultado negativo contou, em grande medida, a Caixa Económica, agora sob o comando de José Félix Morgado, que apresentou perdas na ordem dos 187 milhões de euros no ano passado.

 

Segundo o grupo, o resultado "espelha os efeitos do difícil contexto sobre o nível e as condições da actividade, que traduziram um acentuado e extraordinário esforço prudencial, manifesto no reforço das imparidades e provisões, com impacto no desempenho global".

 

O dinheiro reservado para imparidades e provisões disparou 68% para 686 milhões de euros no ano passado. Na actividade consolidada, o produto da actividade da Associação Mutualista subiu 40,1% para 2,1 mil milhões de euros em 2014, com os custos operacionais a aumentarem também 5% para 1,6 mil milhões.

Além da Caixa Económica, os resultados consolidados do Montepio incorporam os seguros da Lusitânia (com prejuízo de 9,2 milhões de euros), a gestão de activos (lucro de 1,2 milhões de euros) e as residências Montepio (com lucro de 264 mil euros).

Prejuízos divulgados após eleições

Os números consolidados da Associação Mutualista Montepio Geral foram revelados após as eleições para a sua presidência. António Tomás Correia manteve-se no cargo até 2018, obtendo 58,7% dos votos. Um dos pontos que foi discutido durante a campanha foi o facto de não terem sido revelados os números consolidados antes do sufrágio. Só depois de Tomás Correia ser reeleito é que se conheceram os prejuízos consolidados de 145 milhões de euros. Até aqui, só se conhecia o resultado individual da Associação Mutualista (lucro de 41 milhões de euros). O valor individual não inclui as contas da Caixa Económica nem das participadas como a seguradora Lusitânia. 

 

(Notícia rectificada às 20h28: prejuízo de 2013 estava incorrectamente inscrito no segundo parágrafo. O real valor foi um prejuízo de 336 milhões de euros, como escrito na entrada). 


Ver comentários
Saber mais Associação Mutualista Montepio Geral Associação Mutualista Caixa Económica Montepio Geral António Tomás Correia
Outras Notícias