Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Os conselhos da Deco para quem tem poupanças no Banif

Perante as notícias que dão conta de uma intervenção do Estado no Banif, a Proteste Investe publicou no site da Deco uma série de conselhos para quem tem poupanças ou investimentos no Banif.

Correio da Manhã
Negócios 14 de Dezembro de 2015 às 17:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

As "especulações sobre uma possível intervenção das autoridades" no Banif levaram a Proteste Investe, publicação de conselhos financeiros da Deco, a colocar no seu site uma série de conselhos para quem tem poupanças no Banif.

OS CONSELHOS DA DECO

Continue afastado das acções

Relativamente aos detentores de acções, desde há muito que o nosso conselho foi para que se mantivesse afastado deste título e voltamos a afirmar esse conselho.

 

Depósitos estão seguros

Os depósitos feitos no Banif até um montante de 100 mil euros por titular de conta estão salvaguardados pelo Fundo de Garantia de Depósitos. E só numa situação extremamente grave é que os valores depositados acima dos 100 mil euros podem ser postos em causa. Assim, por enquanto, e até este montante por depositante/titular, em nossa opinião poderá ainda manter o seu dinheiro nos depósitos. Sem prejuízo de, como sempre, verificar se há alternativas mais rentáveis. Consulte os melhores depósitos a prazo.

A estabilidade do sistema financeiro é um propósito que tem gerado gastos elevados em vários países da União Europeia. Apesar das graves crises financeiras em vários países, só no Chipre é que alguns depositantes (acima de 100 mil euros) foram penalizados. Nem na Irlanda, nem na Grécia, onde os bancos estiveram em sérias dificuldades, se chegou a esse ponto. Por cá, o mesmo sucedeu na resolução do BES. Antes disso, o BPP faliu e o BPN foi nacionalizado, mas os depósitos dos clientes foram sempre salvaguardados.

Contudo, a resolução da banca passa a estar enquadrada por novas regras europeias a partir de dia 1 de Janeiro de 2016, onde há um reforço do conceito do chamado bail-in em que não só os accionistas e os detentores de dívida subordinada (obrigações mais arriscadas), mas também os depósitos acima da 100 mil euros e a dívida sénior podem ser chamados a contribuir para o reforço do capital do banco, antes que qualquer dinheiro público seja injectado.

 

Fundos com património autónomo

Os fundos de investimento possuem um património autónomo, fruto das entregas dos clientes, que é investido nos títulos. Contudo, nos fundos geridos pelo grupo actualmente nenhum tem a nossa recomendação de compra e muitos têm o nosso conselho de vender. Veja os nossos conselhos para os fundos geridos pelo Banif.

Em relação a obrigações emitidas pelo Banif, na PROTESTE INVESTE desaconselhámos estes produtos que nos chegaram através do serviço de avaliação a pedido. A remuneração não compensava o risco acrescido destes títulos. Consulte a análise às Obrigações Banif 2014.

 
Proteste Investe

 

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias