Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sindicatos da Febase querem reunião de "urgência" com Banif

Após notícias sobre um plano de rescisões, sucedem-se informações sobre o futuro do Banif. Motivos para que a federação de sindicatos do sector financeiro queira encontrar-se com a gestão de Jorge Tomé.

Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 14 de Dezembro de 2015 às 18:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Os sindicatos da Febase, Federação do Sector Financeiro, querem reunir-se o mais rapidamente possível com a equipa de Jorge Tomé (na foto), conforme solicitado esta segunda-feira.

 

"Face à instabilidade e insegurança vivida pelos trabalhadores do Banif, os sindicatos da federação reafirmaram o pedido de reunião à administração do banco", indica o comunicado publicado pelos sindicatos da Febase. Da federação fazem parte dos sindicatos de Sul e Ilhas, Centro, Norte e ainda entidades do sector segurador.

 

O encontro justifica-se porque, diz a federação, "no Banif, vive-se hoje um dos momentos mais conturbados da história da instituição".

 

"A Febase aconselha os trabalhadores a manterem a calma, pois os seus sindicatos estão a acompanhar o processo. Nesse sentido, e mais uma vez, foi solicitada à administração uma reunião com carácter de urgência, pois só assim os sindicatos estarão em condições de analisar com os trabalhadores a solução preconizada pelo banco", sublinha o mesmo comunicado.

 

O pedido de reunião com "urgência" foi feito no dia em que o Banif continua a ser notícia. Para já, continua em cima da mesa o plano inicial de proceder à venda da posição de 60% que o Estado tem no banco, como defendeu o Governo. Uma possível intervenção apenas será feita caso esta venda venha a revelar-se impossível. A instabilidade continua a causar a queda em bolsa.

 

O comunicado da Febase segue-se a um outro, de 27 de Novembro, em que o sindicato dos bancários do Norte divulgou que tinha sido aberto um processo de rescisões de contrato de trabalho, uma informação sem confirmação oficial. 

Ver comentários
Saber mais Jorge Tomé Federação do Sector Financeiro Febase Banif
Outras Notícias