Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Costa apoia candidatura de Vieira ao Benfica. Polémica está lançada

Primeiro-ministro faz parte da comissão de honra da candidatura de Luís Filipe Vieira ao Benfica. Decisão está a criar a polémica. António Costa recusa-se a comentar e o presidente dos encarnados diz-se alvo de uma campanha “caluniosa”.

António Costa, ainda sua qualidade de presidente da câmara de Lisboa, em 2014, com Luís Filipe Vieira.
António Costa, ainda sua qualidade de presidente da câmara de Lisboa, em 2014, com Luís Filipe Vieira. Paulo Calado
Negócios com Lusa 13 de Setembro de 2020 às 19:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

António Costa, primeiro-ministro e secretário-geral do PS rejeitou ontem comentar a sua inclusão na comissão de honra da recandidatura do presidente benfiquista, Luís Filipe Vieira, argumentando que é matéria extra vida política.

“Não vou fazer nenhum comentário sobre um assunto que não tem rigorosamente nada a ver com a vida política nem com as funções que exerço ou exerci”, afirmou António Costa aos jornalistas. “A liberdade de expressão é, felizmente, algo que existe em Portugal. Da minha parte, não faço nenhum comentário, não tenho nada a dizer sobre uma matéria que não tem rigorosamente nada a ver”, concluiu.

O jornal semanário Expresso noticiou hoje que Costa e o seu sucessor na Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, fazem parte da comissão de honra de Vieira para as eleições das “águias”, em outubro.

O presidente do PSD, Rui Rio, e a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, foram dois dos políticos que criticaram o apoio de Costa de Medina à reeleição de Vieira para a presidência do Benfica.

“Eu sempre achei mal a mistura entre a política e o futebol profissional” respondeu Rui Rio quando questionado sobre este caso, remetendo para o tempo em que liderou a Câmara Municipal do Porto, quando, devido à sua posição, várias vezes esteve envolvido em polémica com o presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa.

Salientando que “hoje até há problemas quase de ordem judicial metidos nisto”, o presidente do PSD recordou que tem essa posição “há muito anos”.

Já a coordenadora do Bloco de Esquerda defendeu que “não pode existir cumplicidade entre a política e os negócios”.“Saber hoje que o primeiro-ministro acha normal fazer parte de uma comissão de honra de alguém que é dos maiores devedores do Novo Banco e que está implicado no problema do BES (Banco Espírito Santo) não fica bem”, afirmou Catarina Martins.

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, considera que a polémica faz parte parte de uma campanha “caluniosa. “Estão a ultrapassar todos os limites. Nunca vi, e já aqui estou há muitos anos, uma campanha tão ofensiva e caluniosa. É algo a que tenho assistido, mas a verdade vem sempre ao de cima. Falarei quando entender que o devo fazer, até lá o mais importante é os nossos jogadores responderem em campo. Mas nunca vi na minha vida uma campanha tão vergonhosa. Críticas? Sou imune a isso”, declarou o líder dos encarnados antes da partida para a Grécia onde o Benfica irá disputar uma pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões com o PAOK. 

Ver comentários
Saber mais Luís Filipe Vieira Benfica desporto eleições futebol política António Costa
Mais lidas
Outras Notícias