Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid-19: Grandes clubes espanhóis já avançaram para 'lay-off'

Os 'grandes' clubes espanhóis preveem utilizar esquemas de 'lay-off' para as suas equipas principais, com acordos de redução temporária do salário dos futebolistas, face à suspensão da atividade devido à pandemia de covid-19.

4.º Barcelona - O emblema catalão tem um valor de 2.676 milhões de euros.
reuters
Lusa 13 de Abril de 2020 às 09:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
FC Barcelona, de Nelson Semedo, e Atlético de Madrid, de João Félix, chegaram a acordo com os plantéis para reduções de salários na ordem dos 70%, enquanto o Real Madrid vai promover 'cortes' entre os 10 e 20%.

A crise provocada pelo coronavírus levou mesmo o FC Barcelona, que lidera a Liga espanhola, a apresentar no departamento regional do trabalho o primeiro de dois Expediente de Regulamentação Temporária do Emprego (ERTE).

Este 'lay-off' inclui todos os desportistas profissionais, exceto os jogadores da primeira equipa, com os quais foi acordada a redução salarial de 70%, para que os restantes funcionários do clube recebam os ordenados integralmente.

Espanyol, Alavés, Osasuna e Sevilha foram outros clubes do principal escalão espanhol a avançar para o ERTE, seguindo as indicações de La Liga, para que sejam reduzidos os horários de trabalho por motivos de força maior, no caso a pandemia de covid-19.

A Liga espanhola "entende que é necessário adotar medidas face à grave crise económica", num exercício de responsabilidade necessário para preservar um sector que representa 1,37% do PIB espanhol e emprega quase 185.000 pessoas".

A Espanha está em estado de emergência desde 15 de março devido ao novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, que provocou 16.972 mortos e 166.019 casos de infeção, segundo o balanço realizado no domingo pelas autoridades sanitárias espanholas.
Ver comentários
Saber mais Covid-19 FC Barcelona Atlético de Madrid Real Madrid
Mais lidas
Outras Notícias