Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bial vai exportar medicamentos para 12 países da Europa Central e de Leste

A maior farmacêutica portuguesa, que em 2020 faturou 344 milhões de euros, fechou um acordo com a eslovena Medis para a distribuição dos medicamentos para a epilepsia (Zebinix) e a doença de Parkinson (Ongentys).

O grupo trofense Bial, que é detido pela família Portela, vai introduzir nas novas unidades produtivas o conceito de “smart factory”.
Ricardo Meireles
António Larguesa alarguesa@negocios.pt 19 de Julho de 2021 às 12:14
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

A farmacêutica portuguesa Bial anunciou esta segunda-feira, 19 de julho, a assinatura de um acordo com a eslovena Medis, fundada em 1989, para a distribuição dos medicamentos patenteados Zebinix e do Ongentys em mais de uma dezena de países do Centro e do Leste europeu.

 

No caso do anti-epilético Zebinix, a parceria prevê a distribuição exclusiva na República Checa e na Eslováquia, enquanto o Ongentys, um medicamento para doentes de Parkinson, vai ser colocado também na Bósnia Herzegovina, Bulgária, Croácia, Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Macedónia do Norte, Sérvia e Eslovénia. 

 

"Acreditamos que esta parceria é mais um passo importante para expandir a comercialização dos nossos medicamentos inovadores. A Medis é uma empresa que partilha a nossa visão de longo prazo e estamos desejosos de levar estes dois medicamentos, tão importantes para os doentes que sofrem de Parkinson e de epilepsia, aos territórios da Europa Central e de Leste", refere António Portela, presidente executivo da Bial. 

Esta parceria é mais um passo importante para expandir a comercialização dos nossos medicamentos inovadores. António Portela, presidente executivo da Bial



A Bial está atualmente presente em cerca de 60 países e com filiais próprias nos principais mercados farmacêuticos europeus, como Espanha, Alemanha, Itália, Reino Unido e Suíça. Em 2020 constituiu uma filial em Boston, nos EUA - a BIAL Biotech Investments Inc -, que classifica como um centro de excelência focado no desenvolvimento de terapias para mutações genéticas associadas à doença de Parkinson.

 

80%Exportação
A atividade no estrangeiro representou cerca de 80% das vendas totais da Bial em 2020.



O grupo Bial fechou o exercício de 2020 com um volume de vendas de 344 milhões de euros – mais 11% do que no ano anterior –, dos quais 80% corresponderam a exportações para cerca de seis centenas de países. Emprega mais de mil pessoas, das quais 159 são investigadores, de 17 nacionalidades.

 

A maior farmacêutica portuguesa, que firmou a duplicação do seu campus na Trofa para 24 hectares, prepara-se para investir 15 milhões de euros na expansão industrial, dos quais oito milhões na construção de raiz e a "iniciar a muito curto prazo" de uma nova fábrica de antibióticos.
Ver comentários
Saber mais indústria bial António Portela exportação medicamentos Medis distribuição Europa Trofa investigação EUA
Outras Notícias