Empresas Capgemini dá novo passo no processo de compra da Altran

Capgemini dá novo passo no processo de compra da Altran

As duas empresas já assinaram um acordo que estabelece as condições da oferta lançada pela Capgemini em junho.
Capgemini dá novo passo no processo de compra da Altran
Reuters
Rafaela Burd Relvas 19 de agosto de 2019 às 10:40
A Capgemini deu um novo passo para concretizar a aquisição da Altran. Em comunicado emitido esta segunda-feira, 19 de agosto, a consultora francesa anuncia que as duas empresas assinaram um acordo que estabelece as condições da oferta lançada em junho.

O anúncio é feito depois de, a 24 de junho, a Capgemini ter lançado uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a Altran, oferecendo 14 euros por cada ação, valor que corresponde a um prémio de 22% face ao valor de fecho da sessão anterior. A oferta, classificada como "amigável", avança agora, com assinatura do acordo a 11 de agosto.

"A Capgemini e a Altran anunciam que deram mais um passo no propósito de criar um novo líder global vocacionado para suportar a transformação digital das empresas dos setores da indústria e tecnologia, com a assinatura do acordo que estabelece os termos e as condições da proposta de aquisição da Altran pela Capgemini", pode ler-se no comunicado.

A empresa esclarece ainda que já foram finalizados os "procedimentos obrigatórios de informação e consulta das comissões de trabalhadores de ambas as empresas". Também do lado da administração da Altran já há uma aprovação.

"O conselho de administração da Altran, que se reuniu no dia 9 de agosto, considerou por unanimidade dos membros presentes que a oferta da Capgemini é do interesse da empresa, dos seus acionistas, dos seus trabalhadores e de outras partes interessadas, aprovou os termos da oferta, no âmbito dos seus direitos e de acordo com as leis aplicáveis, bem como os termos e condições do acordo da oferta, revelando a sua intenção de recomendar aos acionistas da empresa que aceitem a proposta da oferta de aquisição pública que lhes é apresentada no contexto do parecer fundamentado do conselho, que deverá concretizar-se após a entrega do relatório dos peritos independentes", indica o comunicado.

Falta ainda a aprovação por parte das entidades reguladoras, bem como o resultado da OPA. Para conseguir concretizar a oferta, a Capgemini terá de adquirir ações representativas de, pelo menos, 50,1% do capital social e dos direitos de voto da Altran.

A Capgemini antecipa que a operação deverá estar concluída até ao final de 2019.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI