Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

DIAP investiga burla de facturas falsas no Sporting

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) está a investigar uma burla, no valor de muitos milhares de euros, praticada no Sporting Clube de Portugal, presumivelmente, por dois seus recentes ex-directores.

Negócios negocios@negocios.pt 07 de Novembro de 2002 às 10:19
O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) está a investigar uma burla, no valor de muitos milhares de euros, praticada no Sporting Clube de Portugal, presumivelmente, por dois seus recentes ex-directores.

De acordo com uma informação oficial da Polícia Judiciária de Lisboa, a queixa foi apresentada pelo Sporting em meados deste ano, tendo sido depois remetida, em Agosto, para o DIAP, que terá chamado a si a investigação do processo, dado que o mesmo não voltou à PJ.

A queixa refere como denunciado Roberto Paulo Almeida Santos, ex-director financeiro da Sociedade Estádio José Alvalade. No entanto, segundo foi possível apurar, no mesmo processo estará também alegadamente envolvido o ex-director de informática, Luís Vieira. Os dois directores deixaram de ser funcionários do Sporting no início de 2002.

De acordo com fonte conhecedora do processo, o estratagema que lesou o Sporting em muitos milhares de euros consistia na apresentação a pagamento de facturas falsas referentes a determinados serviços que nunca existiram, e cujo pagamento o denunciado Roberto Santos garantiria.

Contactado pelo Negocios.pt, o director-geral do Sporting, Diogo Gaspar Ferreira confirmou que os presumíveis implicados neste processo «exerceram as funções de directores financeiro e de informática» da Sociedade Estádio José de Alvalade, mas que saíram este ano.

Por Adriano Oliveira e Rui Cabrita

Leia a notícia na íntegra no «Jornal de Negócios».

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio