Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas revelam inovação portuguesa no México

Várias empresas portuguesas estão no México a apresentar soluções tecnológicas nacionais para sectores como a educação, os seguros e a indústria automóvel. O Congresso Mundial de Tecnologias de Informação, que decorre na cidade de Guadalajara, termina esta quarta-feira.

A carregar o vídeo ...
Lusa 30 de Setembro de 2014 às 13:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Empresas portuguesas revelam por estes dias, no México, a inovação nacional desenvolvida na área das tecnologias para a educação, atividade seguradora ou indústria elétrica automóvel, dividindo o palco com concorrentes provenientes de várias partes do mundo.

 

É no Congresso Mundial de Tecnologias de Informação (WCIT), que decorre desde segunda-feira e até quarta, na cidade de Guadalajara, que uma embaixada de empresas portuguesas aproveita para se promover e concretizar negócios.

 

A missão nacional junta-se no 'stand' da "Portugal Connect", projeto lançado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana (CCILM), e partilha o palco das tecnologias de informação com empresas e organizações locais, brasileiras, canadianas, tailandesas ou nigerianas.

 

No México, Portugal tenta uma afirmação importante na área da educação e, para isso, a JP Inspiring Knowledge (JP-IK) instalou a "Escola Popup JP-IK" onde destaca os computadores Magalhães, os 'tablets' e os quadros interativos.

 

Ana Mouta, da JP-IK, afirmou à agência Lusa que a empresa, que está presente neste mercado desde 2010, aposta ainda na formação e tem como objetivo a expansão e a construção de uma fábrica.

 

Por sua vez, a Micro I/O quer entrar no México com o UniCard, uma solução integrada para a escola que permite controlar a assiduidade dos alunos e pode ser usado para ir ao bar e à cantina, permitindo retirar o dinheiro do recinto e, assim, aumentar a segurança em termos de roubos e 'bullying'.

 

Mário Couto, representante da empresa, salientou que o objetivo é ainda encontrar um parceiro estratégico no México para as soluções UniCard e Citibrain, a qual criou um cartão que controla vários serviços na cidade, nomeadamente os transportes.

 

A i2S- insurance knowledge apresenta soluções para a atividade seguradora, como o GIS - Global Insurance Solution, que faz toda a gestão de uma companhia de seguros.

 

"O México é um mercado promissor, é o segundo maior país em termos de mercado segurador para a América Latina. Viemos aqui desenvolver potenciais negócios", frisou Raul Rodrigues, diretor comercial da empresa.

 

A ITPEERS trouxe dois produtos, o "Multipeers" e o "Datapeers", soluções tecnológicas desenhadas para melhorar o desempenho das empresas.

 

"O nosso objetivo é ampliar a ação que já temos na América Latina. O nosso intuito é encontrar parceiros, sócios, no México que permitam trabalhar o mercado através deles com os nossos dois produtos", frisou o representante da empresa Jorge Santos Silva.

 

Vocacionada para a indústria eletrónica automóvel, a Controlar procura também parceiros que deem suporte local à empresa que desenvolve máquinas que permitem validar equipamentos como computadores de bordo, sistemas de comunicação e segurança, sistemas de entretenimento áudio/vídeo, sistema de navegação e de condução autónoma de veículos.

 

"Ao mesmo tempo visitar clientes finais para termos uma perceção melhor do mercado e como podemos adaptar os nossos produtos às necessidades deles", sustentou Fernando Leite, responsável pela Controlar.

 

A Neológica, ligada à indústria de moldes, já está presente no México há 15 anos, um mercado que representa cerca de 50 a 60% do volume negócios da empresa, atingindo cerca de dois milhões de dólares (quase 1,6 milhões de euros).

 

O diretor geral da empresa, Fernando Marques, referiu que a estratégia no México passa pela escolha dos parceiros certos, pela formação e pela proximidade com os clientes.

 

Mesmo ao lado do 'stand' nacional, uma empresa mexicana apresenta as impressoras 3D, onde vai criando os mais diversos objetivos, anunciando uma revolução neste mercado com o lançamento em 2015 de uma impressora de baixo custo e, mais à frente, um "tricopter", um pequeno helicóptero telecomandado também chama a tenção de muitos visitantes.

 

No WCIT apresentam-se ainda soluções para as mais diversas áreas, desde a saúde, à indústria automóvel, havendo ainda espaço para mostrar o artesanato local.

Ver comentários
Saber mais México Congresso Mundial de Tecnologias de Informação Portugal empresas tecnologia
Outras Notícias