Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

General Electric vai eliminar 1.200 postos de trabalho na Suíça

A General Electric vai cortar 1.200 empregos na Suíça. Ainda assim menos 200 postos de trabalho do que o previsto inicialmente pela multinacional americana.

12º General Electric
David W Cerny/Reuters
Raquel Murgeira raquelmurgeira@negocios.pt 18 de Junho de 2018 às 16:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A General Electric anunciou esta segunda-feira, 18 de Junho, que se prepara para eliminar cerca de 1.200 postos de trabalho na Suíça, de acordo com a Reuters.

A multinacional norte-americana vai cortar menos 200 empregos do que o plano inicial da empresa estimava. O grupo industrial tem uma força total de trabalho de cerca de 4.200 funcionários na Suíça.

No ano passado, o presidente executivo da General Electric, John Flannery, deu início a um processo de ajustamento  anunciando despedimentos, o corte do dividendo para metade, a venda de activos e admitiu a possibilidade de dividir o grupo em diferentes filiais. As acções da General Electric caíram mais de 50% em 2017.

O plano de despedimentos da General Electric passa pelo corte total de 4.500 empregos na Europa, incluindo os despedimentos anunciados agora na Suíça. 

Em 2017, a General Electric anunciou prejuízos de 6.222 milhões de dólares, contra um lucro de 8.176 milhões no ano anterior. As contas reflectem, segundo os analistas internacionais, "a profunda crise" que atravessa o conglomerado industrial norte-americano, que viu as suas vendas globais caírem 1% no ano passado.

A crise da General Electric levou a uma perda de mais de 40% do seu valor em 2017. A avaliação da empresa é actualmente de 128.000 milhões de dólares.

As acções da empresa norte-americana estão, nesta altura, a desvalorizar 1,17% para os 13,144 dólares.

Ver comentários
Saber mais Suíça General Electric Europa economia negócios e finanças política Informação sobre empresas emprego despedimentos
Mais lidas
Outras Notícias