Empresas GfK investe no digital e adquire Netquest e Wakoopa

GfK investe no digital e adquire Netquest e Wakoopa

Com o objectivo de expandir os serviços online, a GfK avançou para a compra da empresa de estudos de mercado Netquest e da subsidiária Wakoopa. A Netquest opera em 21 países, emprega mais de 200 funcionários e conta com 1,3 milhões de consumidores nos seus painéis.
GfK investe no digital e adquire Netquest e Wakoopa
Miguel Baltazar/Negócios
Inês F. Alves 08 de fevereiro de 2016 às 12:06

A GFK, empresa de recolha e avaliação de dados, fez uma nova aposta no digital com a compra da Netquest, num negócio que inclui a empresa subsidiária Wakoopa.

A Netquest é uma empresa de estudos de mercado vocacionada para o online, com forte presença em Espanha, Portugal e na América Latina. Já a Wakoopa centra a sua actividade na monitorização e análise de dados em multi-dispositivos.

Num comunicado enviado às redacções, a Gfk informa que adquiriu a Netquest e a Wakoopa com o objectivo de "estabelecer novos painéis digitais de alta qualidade, e expandir os existentes em todo o mundo - bem como desenvolver rapidamente a sua solução de Crossmedia Link na América Latina, e lançar a Netquest e a Wakoopa à escala global."

Actualmente, a actividade da Netquest abrange 21 países e da sua tecnologia fazem parte uma ferramenta de inquéritos online na América Latina e a oferta dos painéis online certificados, isto é, painéis de opinião para a realização de estudos de mercado. Através da sua subsidiária, a Wakoopa, a empresa oferece igualmente um serviço de monitorização de dados em multiplataforma.

O CEO da GfK, Matthias Hartmann, disse estar "bastante satisfeito" com este negócio e acrescentou que "o acordo oferece a oportunidade de melhor servir os clientes e de crescimento para GfK na área digital".

Para Germán Loewe, CEO da Netquest, este negócio "cria uma excelente parceria para o crescimento", permitindo elevar o negócio da Netquest "a uma escala verdadeiramente global". "Estou orgulhoso pelo facto da tecnologia e metodologia da Netquest e da Wakoopa estarem de acordo com o portfólio da GfK", acrescentou.

Informa o comunicado que as duas empresas adquiridas vão integrar o sector de "Consumer Experiences" da GfK, mas que a Netquest "continuará a operar sob a sua marca existente". Questionada pelo Negócios sobre os valores envolvidos nesta aquisição, a GfK adiantou apenas que estes "não foram divulgados". 

Actualmente, a Gfk conta com mais de 13 mil funcionários em todo o mundo e opera em mais de 100 países. Em 2014, a empresa registou vendas superiores a 1,4 mil milhões de euros.

A Netquest, por sua vez, tem 1,3 milhões de consumidores nos seus painéis na América Latina, Espanha e Portugal. A empresa foi fundada em 2001 e encontra-se sediada em Barcelona.

Actualmente, a Netquest tem delegações em Madrid, Lisboa, na Cidade do México, em São Paulo, Santiago do Chile, em Bogotá e em Nova Iorque. A subsidiária Wakoopa está localizada em Amesterdão.

No total, a empresa emprega actualmente 220 funcionários, informa este comunicado.

Questionada pelo negócios sobre o impacto desta aquisição na Netquest Ibéria, a GfK informou que mantendo-se a Netquest como uma empresa separada, "não há integração de pessoas e negócios", pelo que a mesma "não terá impacto organizacional, corporativo e de recursos humanos".  

(Notícia actualizada às 12:57 com as resposta das GfK sobre os valores do negócio e o impacto na Netquest Ibéria)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI