Empresas Lucros da Ibersol caem 20% em 2018

Lucros da Ibersol caem 20% em 2018

A Ibersol, dona das marcas Burger King e Pizza Hut, registou um resultado líquido consolidado de 21,5 milhões de euros no ano passado, contra 31,2 milhões um ano antes.
Lucros da Ibersol caem 20% em 2018
Carla Pedro 16 de abril de 2019 às 18:25

Os lucros da Ibersol ascenderam a 25,1 milhões de euros no ano passado, o que corresponde a uma queda de 19,7% face aos 31,2 milhões registados em 2017.

Já o volume de negócios foi de 450,1 milhões de euros, contra 448,3 milhões no ano precedente, o que representa um aumento de 0,4%, refere o comunicado das contas divulgado junto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Por seu lado, o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) desceu de 65,3 milhões em 2017 para 61 milhões no ano passado (-6,5%).

 

O documento refere também que o custo de financiamento líquido foi de 3 milhões de euros, menos 44,6% do que no ano precedente.

 

O endividamento líquido da dona das marcas Burger King e Pizza Hut diminuiu em 8,5 milhões de euros, para 74,8 milhões.

 

A empresa salienta que "na Península Ibérica, apesar da desaceleração da dinâmica de crescimento do PIB, verifica-se um aumento do consumo interno. Porém, em Angola o ano fica marcado pela continuidade da recessão com impactos relevantes na atividade".

 

A Ibersol chama ainda a atenção, nos seus factos relevantes, para o reajustamento de portefólio, que implicou "assegurar volume de negócios da área de concessões Travel em Espanha após termo dos contratos de concessão nos aeroportos de Barcelona e Málaga".

 

Nas suas perspetivas para 2019, a empresa sublinha que se prevê, em Portugal, "uma desaceleração do ritmo de crescimento das vendas, na linha do que se verificou nos últimos meses, enquanto em Espanha os crescimentos serão muito moderados".  

 

"Em Espanha, esperamos concluir no decorrer do terceiro trimestre a abertura de todas as unidades que nos foram adjudicadas nos concursos ganhos em 2018 nos aeroportos de Barcelona, Gran Canária, Málaga e Alicante, com os conceitos definitivos", frisa o relatório e contas.

 

Já em Angola "estima-se a continuação da diminuição do consumo com a inerente queda das transacções. A incapacidade de aumentar os preços, ao ritmo da desvalorização, determinará ainda uma forte diminuição da rentabilidade das nossas operações".

 

No que concerne à expansão, a empresa perspetiva manter o ritmo de aberturas dos anos transatos em Portugal, e, em Espanha, aberturas selectivas da Pans e do Ribs.  

 

"A entrada no mercado dos agregadores abriu uma janela de oportunidade para as marcas que têm capacidade de servir ao domicílio mas não têm escala", aponta.  

 

A Ibersol recorda ainda que foi celebrado recentemente um acordo de desenvolvimento da KFC para os próximos cinco anos, que prevê a abertura de 80 restaurantes.

(notícia atualizada às 18:41)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI