Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Serviços associados a festas de Natal vão faturar mais do que antes da pandemia

Procura por serviços para organização de festas de Natal aumentou, revela a plataforma de contratação de serviços Fixando. Mas, à boleia do aumento dos preços generalizados, estes eventos pesam agora mais no bolso.

Nicole Michalou/Pexels
Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 19 de Novembro de 2022 às 20:00
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

As empresas que prestam serviços associados a festas de Natal deverão faturar cerca de 1.637 milhões de euros entre outubro e dezembro. Um valor que ultrapassa os 1.123 milhões registados no mesmo período antes da pandemia de covid-19.

 
A conclusão é da plataforma de contratação de serviços Fixando, que analisou a atividade de mais de seis mil utilizadores da aplicação. Segundo a empresa, o aumento da procura por serviços associados a festas de Natal ascendeu aos 120% em outubro.

 
Alice Nunes, diretora de novos Negócios da Fixando, afirma que este ano a tendência de aumento é ainda mais evidente do que em 2021.

"O ano passado, num período de recuperação pós-pandemia para o setor dos eventos, já registámos um aumento das celebrações mais numerosas. Este ano, ultrapassa largamente os valores pré-pandemia, há uma crescente vontade dos portugueses se reunirem em maior número, desde festas de trabalho, a celebrações familiares e com amigos", explica, num comunicado enviado às redações.

A semana antes do Natal, sobretudo os dias 16 e 17 de dezembro, são os mais procurados por quem está a organizar festas e eventos, sendo que muitos clientes já sentem dificuldade em encontrar profissionais e empresas disponíveis.

As principais diferenças nos eventos deste ano, segundo empresas do setor, é a dimensão e a disponibilidade dos clientes.

"Este ano já existem pedidos para organização de eventos de empresas para centenas de funcionários, assim como no Natal familiar também já se consegue juntar toda a família, logo os pedidos são bastante superiores comparativamente com os anos anteriores", explica Catarina Brito da empresa de catering Chiffon da Catarina, na mesma nota.

António Almeida, do estúdio de fotografia Art & Wolf, nota também o aumento de orçamento disponível. "No momento em que vivemos e numa conjuntura particularmente difícil, vemos que tanto empresas como particulares procuram celebrações em espaços originais criativos e que lhes proporcionem momentos memoráveis", acrescenta.

Os serviços de aluguer de viaturas, de cabines de fotos e vídeo e de decoração de festa são os que registaram um maior aumento de procura, 97%, 89% e 62%, respetivamente.

Ver comentários
Saber mais Natal eventos organização economia
Outras Notícias