Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae não tem acordo sobre posição do BPI com outro banco; não actua com Carrefour na Modelo

Belmiro de Azevedo reiterou que a participação da Sonae no BPI não foi objecto de «nenhum acordo com outro banco». Sobre a posição da Carrefour na Modelo Continente a Sonae não vai tomar nenhuma iniciativa.

Negócios negocios@negocios.pt 12 de Março de 2003 às 20:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Belmiro de Azevedo reiterou que a participação da Sonae no BPI não foi objecto de «nenhum acordo com outro banco». Sobre a posição da Carrefour na Modelo Continente a Sonae não vai tomar nenhuma iniciativa.

Numa conferência de imprensa para apresentar os resultados de 2002, o presidente do Grupo Sonae, Belmiro de Azevedo afirmou que a titularidade da posição no Banco BPI pelo Santander enquadra-se numa normal operação de crédito, pelo que a qualquer momento pode regressar ao grupo, ou tomar outro destino.

A Sonae controla 4,3% do Banco BPI, mas esta posição, através de uma operação de reporte, está parqueada no Santander. Somando esta posição o banco espanhol controla mais de 10% do capital do BPI, participação que suscitou rumores no mercado que o Santander poderia estar interessado no banco liderado por Artur Santos Silva.

O Santander afirmou recentemente que considera a sua posição no BPI como financeira e não estratégica.

«Não há da parte da Sonae nenhuma intenção estratégica, nem para reforçar no BPI, nem para vender a outro banco qualquer», disse Belmiro de Azevedo.

Sonae não toma iniciativa para afastar Carrefour da Modelo

A Sonae não vai tomar nenhuma iniciativa para alterar a presença da Carrefour no capital da Modelo Continente, apelando a que a empresa francesa, classificada como um parceiro indesejável, defina o seu papel no capital da empresa portuguesa.

A Sonae confirmou hoje que a empresa de distribuição francesa não subscreveu o último aumento de capital da Modelo Continente, tal como tinha noticiado o Negocios.pt, reduzindo a sua posição na empresa para 20%.

Confrontado com a hipótese para estar disponível para uma troca de participações entre a distribuição no Brasil e a participação detida pela companhia francesa no capital da Modelo Continente, Belmiro afirmou que «podem pôr-se muitas hipóteses».

Sobre a posição da Modelo Continente parqueada também no Santander, Nuno Jordão, presidente da Modelo, afirmou que não está prevista para já nenhuma alteração, lembrando a duração de quatro anos do contrato.

As acções da Sonae SGPS encerraram nos 0,35 euros, a cair 5,41%.

Por Luísa Bessa

Ver comentários
Outras Notícias