Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trabalhadores da Lisnave Yards iniciam greve de quatro dias no estaleiro de Setúbal

Os trabalhadores consideram-se exaustos e queixam-se de impasse na empresa para a contratação de mais pessoal.

Lusa 02 de Outubro de 2021 às 09:27
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Os trabalhadores da Lisnave Yards iniciaram este sábado uma greve de quatro dias pela eliminação do regime de adaptabilidade e contratação de mais funcionários, face ao impasse nas negociações com a empresa, revelou fonte sindical.

Segundo o sindicalista Vítor Ferreira, do SITESUL, Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul, "o estaleiro precisa de muitos trabalhadores devido à sobrecarga de trabalho, uma vez que os trabalhadores da Lisnave Yards estão exaustos".

Face à quantidade de trabalho que o estaleiro tem tido ao longo dos últimos anos, os trabalhadores da Lisnave Yards consideram também que não há razão para a empresa manter o atual regime de adaptabilidade, que está em vigor desde fevereiro de 2009.

"Os trabalhadores têm que fazer anualmente 180 horas de trabalho extraordinário não pago, incluindo dez sábados ou feriados", salientou o sindicalista do SITESUL, reiterando que esse trabalho extraordinário não é remunerado como tal e que os trabalhadores são compensados com dias de descanso quando há quebras de produção.

Além das principais razões da greve -- fim do regime de adaptabilidade e contratação de mais trabalhadores -- o SITESUL exige também melhores refeições e melhores condições de Segurança e Saúde no Trabalho.

A greve na Lisnave Yards, que com início marcado para as 00:00 deste sábado, deverá prolongar-se até às 24:00 de terça-feira, dia 05 de outubro. 
Ver comentários
Saber mais Setúbal Lisnave Yards greve sindicatos
Outras Notícias