Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Voltalia investe 43 milhões na construção de cinco projetos solares em Portugal

A empresa francesa de energias renováveis informou, em comunicado, a "construção de cinco projetos", de 50,6 MW no total, "inseridos no seu novo cluster português de pequenas centrais solares".

DR
Lusa 30 de Setembro de 2022 às 13:04
  • Partilhar artigo
  • ...
A Voltalia anunciou esta sexta-feira o investimento de 43 milhões de euros na construção de 50,6 megawatts (MW) no complexo do Garrido, que inclui pequenas centrais solares em Alcochete, Pinhal Novo, Antuzede, Vale Serrão e Oliveira de Frades.

A empresa francesa de energias renováveis informou, em comunicado, a "construção de cinco projetos", de 50,6 MW no total, "inseridos no seu novo cluster português de pequenas centrais solares - Garrido".

Questionada pela Lusa, a Voltalia adiantou que se trata de um investimento de 43 milhões de euros.

O complexo do Garrido inclui projetos em Alcochete (23,8 MW de capacidade), Pinhal Novo (11,8 MW), Antuzede (11,4 MW), Vale Serrão (2,4 MW) e Oliveira de Frades (1,2 MW).

De acordo com a empresa, a eletricidade produzida naquelas centrais será vendida através de contratos de venda de longo prazo (PPA corporativos) com empresas, "evitando a emissão de mais de 46.685 toneladas de CO2, a cada ano".

Os projetos do Garrido, acrescentou, "também respondem às preocupações dos países europeus face à inflação dos preços da energia e ao seu possível racionamento para grandes consumidores industriais".

A Voltalia passa, assim, a ter 71 MW de capacidade em operação ou em construção em Portugal, incluindo a subsidiária Helexia, especializada em soluções locais personalizadas para produção e utilização de energia renovável.

A empresa francesa está também a desenvolver um projeto solar flutuante de 33 MW localizado perto da barragem do Cabril, na Sertã, cujos direitos ganhou em abril deste ano, no leilão promovido pelo Governo.
Ver comentários
Outras Notícias