Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A 1 de março há novas etiquetas a atestar a eficiência energética nos eletrodomésticos

Esta segunda-feira entra em vigor o novo sistema de etiquetagem nos eletrodomésticos para aferir o grau de eficiência energética. Este novo sistema alarga-se em setembro às lâmpadas

Negócios 28 de Fevereiro de 2021 às 17:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Esta segunda-feira, 1 de março, entra em vigor o novo sistema de etiqueta energética. Simplificado e sem os "+". 

A sinalética entra em vigor, nas lojas físicas e online, agora para as novas máquinas de lavar roupa (e de secagem quando combinadas) e loiça, frigoríficos, televisores e ecrãs eletrónicos, estendendo-se a 1 de setembro às fontes de luz (lâmpadas), adianta, em comunicado, a Adene - Agência para a Energia.

Para os demais grupos de produtos, como ar condicionados, secadores de roupa, aquecedores de ambiente e água etc., as novas etiquetas "serão introduzidas assim que os respetivos regulamentos novos entrem em vigor".


"A principal novidade desta nova etiqueta é a escala de classes de eficiência energética que regressa à sua forma original, de A (mais eficiente) a G (menos eficiente), cumprindo assim o desejo de muitas organizações de consumidores que reivindicavam uma nova etiqueta energética junto da União Europeia (UE)", diz a Agência, que lançou um site com informação.

Ao longo dos últimos anos, além das letras foram sendo acrescentadas os "+" para responder ao aumento no desenvolvimento de produtos mais eficientes, o que levou a que sejam "já várias as categorias de produtos que apresentam somente produtos de classe "+" no mercado".

Daí que a atual escala da etiqueta, de A+++ a G, se tornou menos eficaz, e de difícil diferenciação.

Por isso, com a mudança da sinalética a escala volta a ser apenas de A a G.

Ver comentários
Saber mais Adene - Agência para a Energia energia eletrodomésticos
Outras Notícias