Energia Comissão de inquérito às rendas da energia quer ouvir 100 personalidades, incluindo Costa

Comissão de inquérito às rendas da energia quer ouvir 100 personalidades, incluindo Costa

Todos os primeiros-ministros entre 2004 e 2018 serão chamados à comissão de inquérito.
Comissão de inquérito às rendas da energia quer ouvir 100 personalidades, incluindo Costa
Lusa 14 de junho de 2018 às 14:40

A comissão parlamentar de inquérito às rendas da energia aprovou esta quinta-feira, 14 de Junho, por unanimidade, todos os requerimentos dos partidos para audições, chamando assim 100 personalidades, entre as quais todos os primeiros-ministros entre 2004 e 2018, incluindo António Costa.

 

"Acabámos de aprovar, por unanimidade, a audição de 100 individualidades e mais 17 entidades. Destas entidades há seis cujos nomes dos presidentes constam das 100 individualidades", disse a deputada do PSD Maria das Mercês Borges, a presidente da comissão parlamentar de inquérito ao pagamento de rendas excessivas aos produtores eléctricos.

 

O PSD tinha sido o único partido a requer a audição do chefe do actual Governo, António Costa, uma vez que chamou "todos os primeiros-ministros que exerceram funções no período objecto desta comissão", que foi fixado entre 2004 e 2018.

 

O BE - partido que propôs a comissão - requereu apenas a audição dos antigos primeiros-ministros Durão Barroso, Pedro Santana Lopes, José Sócrates e Pedro Passos Coelho.

 

Entre o lote de personalidades a ouvir está o ex-ministro da Economia Manuel Pinho, o presidente da EDP, António Mexia, e o ex-presidente do BES Ricardo Salgado.

 

Do actual Executivo serão ouvidos o ministro das Finanças, Mário Centeno, o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo Há 5 dias

Blá, Blá, Blá e fica como tem ficado tudo na mesma, os portuguêses estão fartos destes truques.

RosaPratas Há 5 dias

É preciso concluir se é possível ou não que os dirigentes que tenham responsabilidade na existência de danos para o Estado (todos nós, contribuintes ou não) sejam responsabilizados pessoalmente e deverem indemnizarem o Estado, caso contrário isto não passa de divertimento político.

Mr.Tuga Há 5 dias

Excelente noticia para os cidadaos e CONTRIBUINTES tugas que sustentam esta casa de dePUTAdos....

Só 100 (CEM) ?!?!
Dentro de 69 anUs temos esta, enesima, comiXão concluida....

PACOVIOS....

Anónimo Há 5 dias

Quais foram as mais valias para o Estado nas anteriores Comissões de Inquérito??...ou vai ser mais um show-off.Este é o país em que os contribuintes são roubados descaradamente, pagando a energia eléctrica mais elevada,combustíveis,custo de bens de 1ª necessidade,portagens e toda o tipo de impostos.

ver mais comentários
pub