Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP investe 1,5 mil milhões em projetos renováveis no oceano até 2025

Este investimento irá contribuir para a meta de adição de capacidade eólica da Ocean Winds, a joint venture que detém a Engie. Até 2025 a OW prevê acrescentar 5 a 7 GW de projetos em operação ou construção.

Miguel A.Lopes/Lusa
Bárbara Silva barbarasilva@negocios.pt 23 de Junho de 2022 às 14:35
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A EDP anunciou esta quinta-feira que planeia investir 1,5 mil milhões de euros em projetos renováveis no oceano até 2025, sobretudo através da aposta na energia eólica offshore no contexto do Plano Estratégico apresentado em 2021. Este investimento irá contribuir para a meta de adição de capacidade eólica da Ocean Winds (OW) – a joint venture que detém em 50/50 com a Engie. No total, até 2025 a OW prevê acrescentar 5 a 7 GW de projetos que já estarão em operação ou em construção e 5 a 10 GW de projetos em desenvolvimento avançado.

O anúncio surge poucos dias antes da Conferência dos Oceanos, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que irá realizar-se em Lisboa a partir de segunda-feira, 27 de junho, na qual a EDP participará.

Desde que foi criada, em 2020, a OW cresceu de 1,5 GW de projetos em construção e 4 GW em desenvolvimento para um portefólio superior a 11 GW e está atualmente presente em sete países. Atualmente, a capacidade instalada de eólica offshore no mundo é de cerca de 40 GW e a expetativa é que atinja mais de 200 GW até 2030 e mais de 1500 GW até 2050.

"Este é um momento de ação, consistente e coletiva, para transformar o mundo num lugar melhor para as futuras gerações. A EDP continuará empenhada em contribuir para esta mudança, com ambiciosas metas de transição energética, nomeadamente na energia eólica e solar offshore. Além de um potencial de negócio elevado, este segmento tem claros benefícios, económicos e ambientais, que o grupo irá continuar a promover, a par de compromissos claros de sustentabilidade com o oceano, alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e com as metas estabelecidas no Acordo de Paris", afirmou Miguel Stilwell d’Andrade, presidente executivo da EDP, em comunicado

Recentemente, a EDP, a EDP Renováveis e a Ocean Winds subscreveram os nove Princípios para o Oceano Sustentável, estabelecidos pela UN Global Compact, que oferecem um enquadramento para a prática de negócios sustentáveis em todas as indústrias e regiões. 

EDP marca presença na Conferência dos Oceanos da ONU, em Lisboa

Na Conferência dos Oceanos da ONU, a EDP irá organizar, em conjunto com o Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Empresarial (BCSD), a 1 de julho, "Business4Ocean" que promoverá um debate com importantes vozes do setor sobre sustentabilidade, financiamento e as oportunidades que o oceano pode criar e contará com a presença do ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, de Sylvia Earle, reputada bióloga marinha da National Geographic Society, de António Pires de Lima, presidente do BCSD, e de Miguel Stilwell d’Andrade, presidente executivo da EDP.

A empresa participará também no evento "From Lisbon to Sharm el-Sheikh: Accelerating Ocean-Based Climate Solutions", que decorrerá a 27 de junho. Miguel Setas, administrador do grupo EDP, será orador neste debate organizado pela UN Global Compact, High Level Climate Champions, Ocean and Climate Platform, UNFCCC e os Governos de Portugal, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido, com o objetivo de reunir líderes empresariais, instituições financeiras, organizações não governamentais e representantes de governos para discutir como o potencial do oceano pode ajudar a atingir o objetivo de limitar o aumento da temperatura a 1.5º C até 2050.

A EDP estará ainda representada pelo seu CFO Rui Teixeira no evento Ocean Finance Breakfast organizado pelo BBVA e a UN Global Compact dia 28 de Junho onde dará nota como o investimento em energia eólica offshore pela EDP e o compromisso com a transição energética contribui para um oceano mais sustentável, num evento que reunirá CEOs e outros stakeholders.

Participará no Sustainable Blue Economy Investment Forum, onde o CEO Miguel Stilwell d’Andrade será orador, um evento promovido pelos Governos de Portugal e do Quénia, a 28 de junho, no Centro de Congressos do Estoril, que pretende promover a discussão em redor de standards globais para uma política de sustentabilidade da economia azul, que possa dar suporte a instrumentos de financiamento, decisões de investimento e de negócio

Por fim, o evento "Let’s Sea", que decorrerá a 29 de junho no Jardim da Música, em Lisboa, contará com a presença de Vera Pinto Pereira, administradora do grupo EDP, e irá reforçar a importância de promover o talento e a responsabilidade social nesta área.
Ver comentários
Saber mais Ocean Winds EDP Renováveis Engie ONU Miguel Stilwell d’Andrade UN Portugal energia oceanos
Outras Notícias