Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Faro, Bragança, Beja e Lisboa têm os combustíveis mais caros do país

Segundo o boletim do Mercado dos Combustíveis de outubro divulgado pela ERSE, o preço do gasóleo aumentou 4,4% enquanto a gasolina subiu 2,2% face ao mês anterior.

Em Portugal, os combustíveis estão 16% mais caros do que da última vez que o petróleo esteve nos atuais valores, em outubro de 2018.
Cátia Barbosa
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 30 de Novembro de 2021 às 12:25
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
O preço dos combustíveis voltou a aumentar em outubro, em linha com as cotações do mercado internacional. Segundo o Boletim do Mercado dos Combustíveis publicado esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), os PVP médios do gasóleo subiram 4,4%, enquanto a gasolina aumentou, em média, 2,2%. 

Tanto na gasolina como no gasóleo, a componente do PVP que mais pesa nos preços é a dos impostos, que em outubro correspondeu a 56,2% da fatura da gasolina e 50,8% do gasóleo. 

O boletim revela que, no mês em análise, "a diferença de valor entre o preço médio nacional e o preço médio nos distritos portugueses para a gasolina simples 95 e gasóleo simples é genericamente mais elevada nos distritos de Faro, Bragança, Beja e Lisboa". 

Já os distritos com os combustíveis mais baratos em outubro foram Braga, Santarém e Aveiro, sendo que também Viseu, Castelo Branco e Coimbra registaram preços de gasolina e gasóleo mais baratos face à média nacional.

Ainda assim, ressalva a ERSE, os valores são "pouco diferenciados".  A diferença de preços médios em Portugal continental "é inferior a 4 cêntimos por litro, tanto para as gasolinas como para os gasóleos". 

Em todas as categorias, foi nos hipermercados que se praticaram os preços mais baixos. No caso da gasolina, os valores médios praticados ficaram 1,5% abaixo dos operadores do segmento low cost e foram 6,4% inferiores aos dos postos de abastecimento de marca, o que se traduz numa diferença de 11,4 cêntimos por litro. 

No caso do gasóleo, os preços praticados nos hipermercados foram, em média, 10,2 cêntimos inferiores aos registados a nível nacional. Nas bombas low cost, o preço ficou 1,9% acima dos hipermercados. Já as companhias petrolíferas de bandeira reportaram valores médios de 1,606 euros por litro, cerca de 2,4 cêntimos por litro acima do preço médio nacional, refere a ERSE. 
Ver comentários
Saber mais erse boletim combustíveis gasolina gasóleo
Outras Notícias