Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucro semestral da EDPR cai 44% para 142 milhões

O braço do grupo EDP para as energias renováveis fechou a primeira metade do ano com 142 milhões de euros de lucro, uma quebra de 44% face a igual período de 2020.

O braço para as energias renováveis da EDP foi a cotada do PSI-20 com melhor desempenho em 2020.
Guillaume Horcajuelo/EPA
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 28 de Julho de 2021 às 07:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
A EDP Renováveis fechou a primeira metade deste ano com lucros de 142 milhões de euros, uma quebra homóloga de 44%, anunciou esta quarta-feira a empresa. Os números superaram, ainda assim, as estimativas dos analistas ouvidos pela Bloomberg, que apontavam para lucros de 130,3 milhões de euros e um EBITDA de 641,7 milhões de euros.

As receitas deslizaram 6%, para os 856 milhões de euros, enquanto o EBITDA caiu 18%, cifrando-se em 654 milhões de euros.

A empresa justifica o decréscimo das receitas com os "sell-downs", bem omo os preços médios de venda e efeitos cambiais.

A EDPR detalha que "o impacto de Sell-downs (-69 milhões de euros face ao primeiro semestre de 2020), preços médios de venda mais baixos (-22 milhões de euros face ao período homólogo), maioritariamente influenciados por Espanha e EUA, forex desfavorável e outros (-38 milhões vs 1.º Semestre de 2020) a não ser compensado pela capacidade adicional de MW (+61 milhões de euros) e recurso eólico (+11 milhões de euros).

As receitas operacionais, no valor de 141 milhões de euros ficaram 53 milhões abaixo dos números do primeiro semestre de 2020.

Já os custos operacionais aumentaram 7% em termos homólogos, ascendendo a 331 milhões de euros, uma evolução que, diz a empresa, se deve "aos custos adiantados para suportar o crescimento expansivo nos próximos anos". 

Assim, prossegue, o EBITDA caiu para 654 milhões de euros, um recuo de 13% ajustado pelos efeitos cambiais. Este desempenho deve-se à "performance das receitas que foram principalmente impactadas pelo evento climatérico extraordinário nos EUA no primeiro trimestre, ganhos de capital mais baixos e efeitos cambiais". 
Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis EDPR lucros receitas EBITDA
Outras Notícias