Energia Mercado livre da energia cresce. Endesa e Iberdrola seguem a ganhar terreno

Mercado livre da energia cresce. Endesa e Iberdrola seguem a ganhar terreno

Em janeiro, a concentração de mercado diminuiu ligeiramente em número de clientes e em termos de consumo.
Mercado livre da energia cresce. Endesa e Iberdrola seguem a ganhar terreno
Ana Batalha Oliveira 03 de abril de 2019 às 12:09

O mercado livre de energia ganhou cerca de 9.500 clientes no arranque do ano, em comparação com o total em dezembro. A EDP Comercial ainda é o líder no número de clientes mas o domínio tem caído, enquanto a Endesa e a Iberdrola veem as respetivas quotas engordar.

Estes números constam do Boletim do Mercado Liberalizado de Eletricidade, publicado pelo regulador esta quarta-feira, 3 de abril. De acordo com a ERSE, o mercado livre somou 9.489 clientes, apesar de 14.394 terem cessado contrato e 325 terem optado por regressar ao mercado regulado. Por oposição, foram 6.858 os portugueses que optaram por abandonar as tarifas reguladas a favor da liberalização. Outros 17.350 entraram diretamente para as carteiras de comercializadores em regime de mercado.

Desta feita, o número de clientes no mercado livre da energia já ultrapassa os 5,1 milhões. Dentro deste mercado, foram ainda registadas 41.949 mudanças entre comercializadores.

No primeiro mês do ano, a EDP Comercial manteve-se como o principal operador no mercado livre em número de clientes, com 80,5% do total. Contudo, esta percentagem caiu 0,2 pontos percentuais face a dezembro.

Já as rivais Endesa e Iberdrola viram a tendência inversa. A Endesa avançou de uma quota de clientes de 5,7% em dezembro para 5,8% em janeiro e a Iberdrola saltou de 4,9% para 5,1%. "Todas as demais comercializadoras mantiveram sensivelmente as suas quotas", resume a ERSE. A Galp (5,1%), a Goldenergy (1,7%), a GN Fenosa (0,6%) e a PH (0,2%).

Estes movimentos têm melhorado os números no que toca à concentração de mercado. Esta caiu 6,7 pontos base face ao início do ano anterior. 

Líderes mantêm-se, mas EDP é o único que perde

Olhando aos diversos segmentos, aquele que é dominado pela EDP – o dos domésticos – também viu uma redução. A quota caiu duas décimas para os 76,2%. Já "a Iberdrola (6,2%) e a Endesa (6,1%) viram ambas as suas quotas aumentar" em 0,3 e 0,1 pontos percentuais, respetivamente, informa o regulador.

A Iberdrola destaca-se ainda no segmento dos grandes consumidores, no qual é líder e aumentou a respetiva quota para os 32,3%. A Endesa continua a ser o comercializador que conquista mais clientes industriais, aumentando a quota em 0,4 pontos percentuais para os 27,6% em janeiro, comparando com o mês anterior.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI