Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preço dos combustíveis sobe pela quinta semana. Gasóleo rompe para máximos de 2013

Os preços dos combustíveis deverão subir novamente na próxima semana para máximos de 2013. É a quinta semana consecutiva que gasóleo e gasolina ganham força.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 25 de Junho de 2021 às 10:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...
Os preços dos combustíveis deverão sofrer a sua quinta subida semanal consecutiva a partir da próxima segunda-feira, dia 28 de junho, apesar de as restrições à circulação em algumas zonas do país, como na Área Metropolitana de Lisboa (AML) estarem a aumentar devido à propagação da covid-19. 

De acordo com os cálculos do Negócios, o preço da gasolina simples 95 deverá ter uma subida ligeira de 2 cêntimos por litro, em Portugal, continuando a renovar máximos desde 2013. A confirmar-se esta subida, a partir da próxima semana cada litro deste ativo passará a custar 1,651 euros.

Só em 2021, atestar um carro com motor a gasolina ficou 23 cêntimos (+17%) mais caro a cada litro. Se gastar 30 litros deste combustível por semana, e caso utilize postos de combustível em Portugal, estará a pagar mais 6,9 euros por semana face ao que gataria no final do ano passado, o que dará um valor aproximado de 27,6 euros por mês adicionais. 

No caso do gasóleo simples, a subida da próxima semana deverá ser de 1 cêntimo por litro para os 1,440 euros, um máximo desde fevereiro de 2013, ultrapassando os valores praticados já em janeiro deste ano. O preço de cada litro deste combustível subiu 14%. 

Apesar da circulação restrita em algumas zonas de Portugal continental, os inventários de petróleo nos EUA e na China têm vindo a diminuir, o que significa que a procura por esta matéria-prima nestas regiões está a recuperar, influenciando assim os preços. O Brent, que serve de referência para Portugal, está acima dos 75 dólares por barril - máximos desde 2018 - e a caminho de fechar a sua quinta semana seguida a valorizar, o que representa o maior ciclo de ganhos desde dezembro do ano passado. 

Os cálculos têm por base a evolução destes dois derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Mas o custo dos combustíveis na bomba dependerá sempre de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os novos preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG). 

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).
Ver comentários
Saber mais Energia combustíveis preços gasóleo gasolina Lisboa Portugal
Outras Notícias