Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bayer chegou a acordo com muitos dos queixosos do Round-up

Os acordos ficarão selados com 50.000 a 85.000 clientes, de um total de 125.000 que avançaram com ações legais contra a Bayer.

Ina Fassbender/Reuters
Negócios jng@negocios.pt 25 de Maio de 2020 às 10:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Bayer já terá chegado a um acordo com vários dos clientes que se queixavam de efeitos nefastos para a saúde alegadamente causados pelo herbicida Round-up. Estes processos estavam a pesar largamente nas contas da empresa, uma vez que ascendem às centenas e, aqueles que foram resolvidos em tribunal custaram milhões ao grupo farmacêutico.

 

Os acordos ficarão selados com 50.000 a 85.000 clientes, de um total de 125.000 que avançaram com ações legais contra a Bayer. Este entendimento inclui-se dentro de um plano da empresa de fechar todos os casos com um total de 10 mil milhões de dólares (9,2 mil milhões de euros).

 

Os pagamentos aos queixosos vão oscilar entre os milhares e os milhões de dólares, informaram à Bloomberg fontes que preferem não ser identificadas, dada a confidencialidade das negociações. O anúncio oficial dos acordos deverá ser feito em junho, após a aprovação do conselho de supervisão da empresa. Apenas nessa altura serão assinados os acordos.

 

A batalha legal foi herdada pela Bayer depois de ter adquirido a empresa Monsanto, produtora do Round-up, em 2018. Desde que houve esta compra, a Bayer perdeu 40% do valor em bolsa, o correspondente a 39 mil milhões de dólares.

Ver comentários
Saber mais Bayer Round-up economia negócios e finanças indústria e produtos químicos
Outras Notícias