A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Falta de chips já custou quase 20% da produção nacional de carros

A Autoeuropa, em Palmela, viu-se obrigada a parar quatro vezes por causa da falha de semicondutores, com uma quebra na produção de 35 mil veículos, refere o Público.

A fábrica de Palmela do grupo Volkswagen suspendeu a produção entre 22 e 29 de março.
João Cortesão
Negócios jng@negocios.pt 10 de Outubro de 2021 às 10:29
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A falta de chips em todo o mundo está a afetar vários setores da produção nacional, com destaque para a indústria automóvel, segundo a edição deste domingo do jornal Público.

É o caso da Autoeuropa que já foi forçada a parar quatro vezes a laboração por falta de semicondutores: em março, em junho, em setembro e em outubro, tendo resultado num importante desvio de produção. Pelas contas do diário, cerca de 35 mil veículos não saíram da linha de produção pela escassez de material.

Sendo a unidade da Volkswagen em Palmela o maior exportador nacional com uma quota de 4,7% das vendas ao exterior e um peso no PIB de 1,4%, esta quebra na produção pode representar um importante golpe na recuperação económica.

Mas, segundo o Público, não são apenas os fabricantes de automóveis que se batem com a falta de chips. A fileira dos componentes de automóveis também já sente a escassez de semicondutores. De janeiro a julho, as exportações estavam a recuar 270 milhões de euros face a 2019, o período pré-pandemia.

No conjunto, a produção nacional de carros estava a cair 20% no fim de Setembro, arrastada pelo maior peso da Autoeuropa na produção nacional, refere o jornal.
Ver comentários
Outras Notícias