Indústria Multinacional DS Smith comprou portuguesa Gopaca

Multinacional DS Smith comprou portuguesa Gopaca

O anúncio da concentração foi publicado esta quinta-feira, 21 de Julho, pela Autoridade da Concorrência, mas as duas empresas, da área das embalagens, chegaram a acordo em Junho.
Multinacional DS Smith comprou portuguesa Gopaca
DR
Alexandra Noronha 21 de julho de 2016 às 11:21

A portuguesa Gopaca, da área do fabrico de embalagens, nomeadamente em cartão canelado, foi comprada pela multinacional DS Smith, com sede em Londres. O anúncio da operação foi publicado esta quinta-feira pela Autoridade da Concorrência, mas a concretização do negócio data de Junho.


"É com enorme satisfação que informamos todos os nossos parceiros (clientes, fornecedores e funcionários), sobre uma proposta de alteração de propriedade da Gopaca. A DS Smith emitiu um comunicado à imprensa em que anuncia um acordo para comprar a Gopaca", refere um comunicado no site da empresa de Paços de Brandão.


"Estamos convencidos de que esta aquisição irá melhorar ainda mais o nosso atendimento ao cliente - através de uma gama de produtos mais ampla, mais inovação e uma maior amplitude geográfica. Asseguramos que continuaremos a fornecer os mesmos padrões elevados de sempre e que iremos manter o acompanhamento através dos mesmos contactos", adianta o mesmo comunicado.


A DS Smith trabalha em 36 países e emprega 26 mil pessoas. A multinacional justificou a aquisição com o "fortalecimento das operações na Península Ibérica, um mercado importante e em crescimento" no segmento em que actua a Gopaca, que emprega cerca de 135 pessoas.


A DS Smith referiu ainda que contava com a luz verde da concorrência no terceiro trimestre deste ano. A empresa é "líder europeia no mercado de embalagens de cartão canelado e líder mundial no mercado de embalagens de plástico especializadas", segundo o comunicado da Gopaca.


A portuguesa esteve há pouco tempo em Moçambique, numa missão empresarial da AEP. Nessa altura,  fonte da associação adiantou que a Gopaca está a construir uma unidade em Nampula.


A empresa tinha, em 2014, uma facturação de perto de 25 milhões de euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI