Start-ups Como uma família construiu uma start-up que a SAP quer comprar por oito mil milhões

Como uma família construiu uma start-up que a SAP quer comprar por oito mil milhões

Os mais recentes milionários da indústria de tecnologia são um par de irmãos que começaram a construir a uma empresa de “software” na cave dos pais, no Utah. Agora Ryan e Jared Smith estão a vender a Qualtrics Internacional à gigante europeia SAP por oito mil milhões de dólares – e vão continuar a gerir o negócio.
Como uma família construiu uma start-up que a SAP quer comprar por oito mil milhões
Ryan Smith esteve na Web Summit que decorreu em 2015, ainda em Dublin
Bloomberg 12 de novembro de 2018 às 15:33

Ryan Smith, de 40 anos, é o presidente executivo e a cara da start-up que resistiu – o que não é habitual - a financiar-se através de venture capital durante mais de uma décadas antes de, finalmente, fechar acordos com a Accel e a Sequoia Capital.

 

A Qualtrics, cuja última avaliação ascendia a 2,5 mil milhões de dólares, faz "software" de inquéritos aos clientes usados por empresas como a Microsoft ou a General Electric. As suas receitas cresceram mais de oito vezes nos últimos sete anos.

 

Ryan já tinha rejeitado em tempos uma oferta de 500 milhões de dólares pela sua empresa, mas a sua família e os outros accionistas estão prestes a receber sete mil milhões de dólares pelas suas acções. Nada mal para um CEO que recebeu 100.000 dólares no ano passado.

 

"Não se esquece a primeira reunião com Ryan Smith", escreveu Bryan Schreier, partner da Sequoia. "Ryan completa o raciocínio de engenheiro do seu irmão. Mas eles, o seu pai Scott, e o co-fundador Stuart, partilham claramente um conjunto de valores."

 

A Qualtrics avançou com uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) nos EUA e tinha a intenção de angariar cerca de 500 milhões de dólares com a operação. O CEO da SAP, Bill McDermott, esvaziou o IPO com uma oferta em dinheiro que supera em mais de 75% a avaliação projectada da empresa. McDermott afirmou que a SAP teve de pagar um valor acima porque o "roadshow" da Qualtrics correu muito bem.

 

Ryan é o mais social e o mais extrovertido numa família de génios – ambos os pais fizeram doutoramentos. Os Smiths mudaram-se para o Utah ao mesmo tempo que o pai de Ryan decidiu ir trabalhar para a Universidade de Brigham Young e, em 2002, os dois irmãos criaram a Qualtrics, inicialmente pensada para académicos que precisavam de fazer investigação de campo. "Percebemos que se os podia ajudar, podia servir qualquer um", afirmou Ryan à Bloomberg, numa entrevista em 2013.

 

À medida que a empresa crescia, Ryan conseguiu convencer o irmão a deixar um emprego na Google e gerir a parte técnica da empresa. Jared, agora com 43 anos, é o "chairman" da empresa. O patriarcado Smith – um sobrevivente ao cancro – teve uma ideia de servir os seus colegas académicos, enquanto Jared escreveu o código e Ryan o vendeu aos clientes.

 

A abordagem da Qualtrics tem por base o que se chama de "gestão de experiência", que passa por analisar todos os aspectos da experiência dos clientes para uma maior lealdade e referência de dados, o que parece crucial numa altura em que as redes sociais dão mais poder do que nunca para que todos falem.

 

Esta abordagem resultou. A Qualtrics prevê que as receitas de 2018 superem os 400 milhões de dólares e estima uma taxa de crescimento futuro superior a 40%. Ryan e a sua família detêm 87,6% da Qualtrics através de uma holding que é gerida pelos irmãos e pelo pai. Vale sete mil milhões de dólares, tendo em conta o preço de compra da SAP – apesar de ser possível que outros membros da família também detenham acções.

 

Ryan vai continuar a gerir a empresa, como uma entidade dentro da SAP, mantendo a sede em Provo, no Utah, e em Seattle.

 

Depois de acabar os estudos, Ryan disse querer aventura e foi para a Coreia do Sul ensinar inglês. Um das suas primeiras lições de empreendedorismos veio daqui. Enquanto a maior parte dos tutores estrangeiros batalhavam para receber quase nada, Ryan decidiu experimentar o ensino privado, distribuindo panfletos com a oferta dos seus serviços nas caixas de correio.

 

"Distribuí [estes panfletos] em cerca de 5.000 apartamentos no prazo de duas semanas. Acabei por fazer muito dinheiro", afirmou. "Esta foi uma das minhas primeiras e melhores decisões."

 

Outro elemento pouco comum da Qualtrics é a sua base, longe do palco da indústria tecnológica dos EUA. O negócio da família está muito envolvido com tudo o que seja patrocínio de jazz de Utah até a iniciativas filantrópicas. Ryan, um mórmon, defende muitas vezes sobre o potencial do seu Estado.

 

(Texto original: How One Family Built $8 Billion Startup Far From Silicon Valley)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI