Tecnologias Brasileira SuperGeeks começa internacionalização pelo Porto

Brasileira SuperGeeks começa internacionalização pelo Porto

A primeira escola especializada em programação para crianças e adolescentes do Brasil, onde tem 60 unidades espalhadas pelo país, chega a Portugal com a inauguração, no dia 22, de um espaço no Porto.
Brasileira SuperGeeks começa internacionalização pelo Porto
Rui Neves 18 de junho de 2019 às 11:56

A Sharkcoders, a primeira rede de escolas portuguesa de programação e jogos de robótica para crianças e adolescentes, fundada em Vila Real e que também já chegou ao Porto e a Almada, vai ter a concorrência da sua congénere brasileira SuperGeeks, que detém uma rede de 60 espaços espalhados pelo Brasil, num total de cinco mil alunos, e decidiu arrancar a sua internacionalização por Portugal.

 

E é no Porto, no próximo dia 22, que abre a sua primeira escola em território nacional, em regime de franchising, prevendo expandir-se nesta região, assim como para as de Lisboa e Centro, Braga, Vila Real e Viseu.

 

"O Porto foi a cidade escolhida para a implementação da primeira unidade, que promete proporcionar uma experiência única a todos os interessados – com salas de aula, laboratório de robótica, cursos contínuos, de férias e ‘workshops’, estúdio para Youtubers, espaço para empreendedorismo jovem e muito mais", detalha a SuperGeeks, em comunicado.

 

Sob o conceito Not just code. Computer science, a SuperGeeks garante que as aulas que proporciona "são um meio para também desenvolver capacidades como raciocínio lógico, criatividade, pensamentos crítico, sistémico e computacional, foco e concentração, cooperação e trabalho em equipa".

 

"Ensinar as crianças a programar, a fazer com que elas criem os seus próprios jogos e desenvolvam os seus aplicativos. Fora isso, os cursos ajudam o aluno a ter um melhor desempenho nas outras disciplinas, como Inglês, Física e Matemática. Aqui, o destaque vai ao nível da aprendizagem com diversão, qualidade na Educação, tecnologia e triatividade", enfatiza Eduardo Gonçalves, "master" franchisado da SuperGeeks Portugal.

 

Na escola do Porto, as primeiras atividades da SuperGueeks serão os cursos semanais de férias de verão com foco nas bases da programação de videojogos, "pixel art", conceitos de robótica, além de módulos como o FortGeek (desenvolvimento de jogos em estilo "battle royale", sensação atual no mundo dos videojogos).

De resto, Eduardo Gonçalves considera que, "como mostra o histórico" da empresa no Brasil, onde foi fundada há cinco anos, "o modelo de negócio da SuperGeeks é escalável".

 

"Mesmo ao comparar os dois países, em termos de volume de mercado, entendemos que Portugal possui sítios interessantes e com ótimo potencial, especialmente se considerarmos a nossa plataforma híbrida, recém-lançada no Brasil e que foi desenvolvida com as melhores práticas curriculares do mundo para ser aplicada em escolas e colégios", afiança o mesmo gestor.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI