Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Glintt sobem 3,4% em 2020 para 1,26 milhões

A tecnológica portuguesa liderada por Nuno Vasco Lopes reportou lucros de 1,26 milhões de euros no ano passado, contra 1,22 milhões em 2019.

Glintt
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 26 de Março de 2021 às 19:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A Glintt registou um resultado líquido de 1,26 milhões de euros em 2020, o que correspondeu a um aumento de 3,4% face aos 1,22 milhões reportados um ano antes.

 

Já o volume de negócios consolidado foi de 91,6 milhões de Euros, um decréscimo de 0,7% quando comparado com os 92,3 milhões verificados em 2919.

 

"Esta redução deveu-se em grande medida ao impacto das medidas de restrição à atividade empresarial na sequência da crise pandémica da covid-19, tendo o impacto no mercado internacional sido mais severo do que no mercado doméstico, onde se registou um ligeiro aumento do volume de negócios", refere a empresa no seu relatório e contas divulgado junto da CMVM.

 

Por seu lado, o EBITDA ascendeu a 12,8 milhões de Euros, equivalento a um crescimento de cerca de 830 mil euros, que representa 6,9%, face ao período homólogo de 2019.

 

O aumento do EBITDA "resulta essencialmente da melhoria da eficiência operacional refletida na melhoria da margem EBITDA de 13,0% para 14,0% (cerca de 830 mil euros)", adianta a tecnológica portuguesa liderada por Nuno Vasco Lopes (na foto).

 

"No contexto da crise pandémica da covid-19 e dos seus impactos na atividade empresarial, a Glintt ajustou a sua oferta, a sua dinâmica comercial e implementou medidas de contenção e de controlo de custos (em especial cash costs), o que permitiu que, apesar do ligeiro decréscimo do volume de negócios (-0,7%), a rentabilidade operacional aumentasse de forma relevante (+6,9%)", sublinha o documento das contas.

Ver comentários
Saber mais Glintt
Outras Notícias