Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO da Vodafone vai deixar cargo no final deste ano

Nick Read irá permanecer na empresa como conselheiro até março de 2023. Cargo de diretor-executivo será interinamente ocupado por Margherita Della Valle, atual diretora financeira do grupo.

Sílvia Abreu silviaabreu@negocios.pt 05 de Dezembro de 2022 às 10:05
O CEO do grupo Vodafone, Nick Read, vai deixar o cargo ao fim de quatro anos. Segundo a empresa, a posição será interinamente ocupada por Margherita Della Valle, atual diretora financeira da empresa.

Nick Read deixará o cargo depois de um ano em que a empresa viu as ações descerem em bolsa e uma série de fusões caírem por terra. Entre elas está a finalização de acordos que teriam permitido reduzir o número de operadores em mercados cruciais para a empresa, como o Reino Unido, Itália e Espanha.

Read vai manter-se no grupo como conselheiro até ao final de março, anunciou a empresa, em comunicado.

"Concordei com o Conselho de Administração que agora é o momento certo para passar a liderança a um novo líder, que possa desenvolver os pontos fortes da Vodafone e captar oportunidades relevantes", refere Nick Read, na mesma nota.

Nos primeiros minutos após o anúncio, as ações da empresa subiram 2,24%. Neste momento, os títulos valorizam 0,16% para 0,9129 libras.

Desde outubro de 2018, mês em que Read assumiu a chefia do grupo, as ações da Vodafone caíram mais de 40% em bolsa. Num ano, a queda foi de mais de 18%. Neste momento, a avaliação em bolsa da empresa é de 25.028,2 milhões de libras.

Notícia corrigida às 12h39
Ver comentários
Saber mais Vodafone Nick Read Margherita Della Valle empresas
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio