Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Consulta pública sobre CTT decorre até 19 de Março

A consulta pública sobre a proposta para os novos níveis de serviço dos CTT já foi adiada. Termina, agora, a 19 de Março.

A evolução negativa da actividade dos CTT provocou uma queda de quase 50% na cotação das acções da cotada em 2017, com os analistas a reverem em baixa a avaliação dos títulos. A avaliação média está agora em 4,25 euros, o que se encontra 27% acima da última cotação. Apesar do potencial elevado, menos de um terço dos analistas que seguem a empresa dos correios recomenda a compra das acções.
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 15 de Março de 2018 às 15:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A consulta pública sobre a proposta da Anacom para os novos indicadores de qualidade do serviço postal universal dos CTT já foi adiada por duas vezes, decorrendo, agora, até 19 de Março, informou o regulador, num comunicado em que fala do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.

O prazo foi estendido por duas vezes "a pedido dos CTT", especifica a Anacom.

E a propósito desta consulta pública, o regulador faz um apelo à participação nesta consulta pública por todos os interessados. 

"A Anacom considera muito importante que os consumidores e os outros utilizadores de comunicações participem nas consultas públicas que antecedem as suas decisões", acrescenta no mesmo comunicado.

A proposta da Anacom para os novos indicadores de serviço dos CTT impõe novas metas e objectivos para a entrega de cartas. Os CTT já pediram que os novos indicadores não afectem financeiramente a empresa.

Mais tempo para ser atendido

Mais tempo para ser atendido
Nos estabelecimentos postais, há menos atendimentos até 10 minutos. 2016 marcou o nível mais baixo desde 2006, não havendo ainda dados finais referentes a 2017. Ainda assim, acima dos objectivos estipulados.

Há mais Demoras na entrega de correio azul até um dia útil

Há mais Demoras na entrega de correio azul até um dia útil
Foi por pouco que os CTT não incorreram em penalização na entrega do correio azul até 1 dia útil em 2016. O mínimo fixado era de 93,5%, ficou nos 93,8%.

Entregas de correio azul em dois dias ficaram abaixo dos 90%

Entregas de correio azul em dois dias ficaram abaixo dos 90%
Só em 2006 e 2007 é que os indicadores tinham sido mais baixos do que em 2016, segundo dados da Anacom.

Indicador global de qualidade de serviço no nível mais baixo desde 2006

Indicador global de qualidade de serviço no nível mais baixo desde 2006
Desde 2006, o indicador global de qualidade de serviço dos CTT está ao nível mais baixo. Em 2016, pouco passou dos 100 pontos: ficou nos 123.

Há mais cartas a demorarem a chegar ao seu destino

Há mais cartas a demorarem a chegar ao seu destino
Até três dias úteis do correio normal, há mais cartas a não chegarem ao destino. Aqui os CTT não cumpriram o objectivo. Mas fizeram os mínimos em 2016.

CTT falharam metas nas entregas do correio normal em 15 dias

CTT falharam metas nas entregas do correio normal em 15 dias
Foi neste indicador que os CTT falharam os objectivos definidos. O incumprimento levou à penalização nos preços praticados pelos Correios.

Pontos de acesso postal acima das 2.300 unidades

Pontos de acesso postal  acima das 2.300 unidades
Nos últimos anos, desde a privatização, até tem aumentado, mas está longe das quase 4.000 que tinha no início do milénio.





 

Ver comentários
Saber mais CTT Anacom
Mais lidas
Outras Notícias