Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs investe 200 milhões de euros em empresa da Visabeira

Visabeira diz que o acordo com o investidor internacional, que passará a ter uma posição minoritária, permite apoiar o grupo na próxima fase de crescimento orgânico e através de aquisições..

Miguel Baltazar
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 20 de Outubro de 2021 às 17:49
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

A Constructel Visabeira, subsidiária do grupo Visabeira que fornece serviços nos setores das telecomunicações e energia, anunciou esta quarta-feira que assinou um contrato de investimento de 200 milhões de euros da Goldman Sachs Asset Management, em troca de uma participação minoritária, a qual não revela.

Em comunicado, a Constructel Visabeira refere que "os recursos provenientes do investimento serão utilizados predominantemente para acelerar o crescimento orgânico e inorgânico, através de aquisições, apoiando a estratégia de expansão da empresa".

Salientando que a migração para a tecnologia de fibra ótica, o foco das operadoras na implementação de redes 5G, soluções de IoT (internet of things), datacenters e a evolução das infraestruturas de rede de eletricidade e gás "impulsionarão a procura adicional dos serviços da Constructel Visabeira nos principais mercados-alvo", o grupo explica que "para o apoiar nesta próxima fase de crescimento" optou "pela parceria de um investidor internacional de renome, mantendo a sua independência".

Citado no comunicado, Nuno Terras Marques, CEO da Constructel Visabeira e do grupo Visabeira, sublinha que a Goldman Sachs "tornou-se, rapidamente, no parceiro ideal para nós: o alinhamento com os nossos objetivos estratégicos, a amplitude da sua plataforma internacional e a sua experiência no sector irá permitir-nos concretizar todo o nosso potencial."

Já a equipa da Goldman Sachs Asset Management, liderada por Michele Titi-Cappelli, José Barreto, e Mihir Lal, comentou, na mesma nota, que "a Constructel Visabeira está na vanguarda das macrotendências da transição digital, bem como da atual modernização da infraestrutura energética e da aposta nas energias renováveis". "Ficámos impressionados com a visão, capacidade de execução e inovação da equipa de gestão da Constructel e estamos muito entusiasmados por apoiar um líder do sector, sob a liderança de Nuno Terras Marques, nesta fase crítica de aceleração da sua trajetória de crescimento", acrescentam.

Neste negócio, a Alvarium e a Nau Securities atuaram como consultoras financeiras, a Ernst & Young prestou assessoria financeira e fiscal e a Vieira de Almeida & Associados prestou aconselhamento jurídico à Constructel Visabeira. Já a Oliver Wyman, Linklaters e Deloitte LLP apoiaram a Goldman Sachs na transação, que fica agora dependente das "habituais aprovações regulatórias de concorrência e investimento estrangeiro".


A Constructel Visabeira, com mais de 40 anos de experiência, fornece serviços nos setores das telecomunicações e energia e está presente em Portugal, França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Espanha e Estados Unidos da América. Atualmente, a empresa emprega mais de 5.000 pessoas e perspetiva atingir, em 2021, um volume de negócios superior a 800 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Visabeira Constructel Visabeira Goldman Sachs
Outras Notícias