Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Preços das comunicações em Portugal superam média europeia

Os preços da banda larga em Portugal são os segundos mais elevados da União Europeia, revela um estudo feito pela Comissão Europeia. À frente de Portugal, só o Chipre tem preços mais altos neste tipo de oferta.

iStock
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 24 de Novembro de 2021 às 12:31
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Os preços da banda larga em Portugal são os segundos mais altos da União Europeia, ficando apenas atrás dos preços praticados no Chipre, indica o estudo "Digital Economy and Society Index 2021", publicado pela Comissão Europeia, e citado pela Anacom. No ano passado, Portugal estava na 26.ª posição deste ranking, tendo caído duas posições face ao ano anterior.

Os preços considerados para efeitos do cálculo do Broadband Price Index foram recolhidos e calculados no âmbito de um estudo promovido pela Comissão Europeia, tendo sido consideradas as ofertas da Meo, Nos e Vodafone. Além da análise da banda larga, são também comparados os preços dos pacotes de telecomunicações, por exemplo.

Este estudo insere os preços das comunicações em Portugal na categoria de "dispendioso" ou "relativamente dispendioso" em 12 dos 13 perfis de utilização de banda larga fixa; em 11 dos 12 perfis de utilização de banda larga móvel e em todos os 9 perfis de utilização convergentes, explica a nota da Anacom.

Já no caso das ofertas isoladas de banda larga móvel, os preços do mercado nacional estão entre "27% e 115% acima da média da UE", dependendo do plafond de tráfego considerado.

Na comparação com os preços mais baixos da UE, encontrados em países como a Polónia ou Roménia, os preços praticados em Portugal "são 5 a 7 vezes superiores". No caso de uma oferta isolada de 0,5 GB de dados móveis, sem chamadas, poderá ter um custo de 9,12 euros em Portugal, contra os 1,94 euros da Polónia - uma diferença de 369%.

Já analisando a oferta mais barata de 1 GB, sem chamadas, em Portugal poderá custar 15,2 euros, contra os 1,94 também da Polónia. Na União Europeia custa em média 8,13 euros.

Relativamente às ofertas de voz móvel e Internet no telefone, os preços praticados em Portugal eram entre 13% e 75% superiores à média da UE para todos os perfis de utilização, com exceção das ofertas com menor volume de tráfego (500 MB + 30 chamadas), onde a diferença era de -1%.

Estabelecendo novamente a comparação com os países com as ofertas mais baratas, em Portugal a oferta de 2 GB de dados com 100 chamadas custava 15,2 euros, contra os 3,95 euros da Roménia. Em média, na UE este tipo de oferta custava 13,4 euros, menos 1,8 euros.

Banda larga fixa pelo menos 40% mais em Portugal
Estes dados analisam também os preços da banda larga fixa isolada em Portugal, revelando que se encontravam entre 40% e 49% acima da média da UE, consoante a velocidade de download considerada. Os desvios eram mais elevados para as velocidades mais baixas, nota a Anacom.

Se comparados com os preços mais baixos da UE, os preços praticados em Portugal são três a quatro vezes superiores.

No caso da oferta mais barata de internet fixa com velocidade até 12 Mbps, em Portugal o consumidor poderia gastar 30,4 euros, contra os 7,61 euros da Lituânia, a oferta mais barata. Em média, na UE este tipo de oferta fica-se pelos 20,49 euros.

A oferta mais barata de internet fixa com velocidade de download superior a 200 Mbps era encontrada na Roménia, com custos de 12,18 euros, contra os 41,23 euros em Portugal.

Portugal tem também preços acima da média europeia nas ofertas convergentes, os chamados pacotes de telecomunicações. O estudo da Comissão analisa a oferta 4P (internet fixa, telefone fixo, televisão e serviços móveis) e também a de 3P, notando que os preços em Portugal estão acima da média da UE.

Se comparados com os preços mais baixos da UE, os preços praticados em Portugal são três vezes superiores. A oferta mais barata de Internet fixa com velocidade de download de 100-200 Mbps, telefone fixo, TV, 1 cartão SIM, 300 chamadas e 5GB dados móveis existente na UE é de 24,22 euros e custa em Portugal 76,49 euros, por exemplo.

Já na oferta 3P, a oferta mais barata de Internet fixa com velocidade de download de 30-100 Mbps, telefone fixo e TV existente na UE é de 18,29 euros, na Roménia, e custa em Portugal 46,04 euros.

"O desalinhamento da evolução de preços que Portugal regista face à média da UE verifica-se há vários anos", considera a Anacom. "Entre o final de 2009 e outubro de 2021, os preços das telecomunicações em Portugal aumentaram 8,3%, enquanto na UE diminuíram 9,7%".
Ver comentários
Saber mais comunicações Anacom estudo preços
Outras Notícias