Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Primeira licença para o 5G atribuída à Nos. Empresa já tem oferta disponível

A Anacom já atribuiu a licença à operadora Nos para o 5G, que, entretanto, já tem oferta comercial disponível.

Diogo Sousa, “partner” da KPMG, está confiante de que Portugal ainda não perdeu todas as corridas do 5G.
Eric Gaillard/Reuters
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 26 de Novembro de 2021 às 15:20
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A Nos é a primeira operadora a receber a licença para a quinta geração de redes móveis. A partir daqui, a empresa liderada por Miguel Almeida arranca com a exploração comercial do 5G.

Em nota enviada às redações, o regulador das comunicações indica que aprovou esta sexta-feira a "decisão relativa à emissão do título dos direitos de utilização de frequências atribuídos à Nos" no âmbito do leilão do 5G. 

A Anacom explica que este passo é dado na sequência do pagamento feito pela companhia pelas frequências licitadas no leilão, concluído a 27 de outubro. 

"Assim se conclui, para esta empresa, o processo do leilão e atribuição das frequências (com exceção do que se refere à faixa dos 900 MHz, que será objeto de decisão autónoma). A partir de agora, esta empresa pode dar início à exploração comercial das frequências atribuídas", contextualiza a entidade liderada por João Cadete de Matos. 

A Anacom indica que continuará "a dar, como tem vindo a fazer, máxima prioridade à emissão dos títulos na sequência da concretização, por parte dos licitantes, dos pagamentos e do envio das respostas às audiências prévias relativas aos projetos de decisão relativos a esses títulos."

Também através de comunicado, a operadora indica que "a partir de hoje, os clientes Nos em todo o país já podem tirar partido das características únicas do 5G, beneficiando de uma experiência de utilização superior." 

"Este é o momento pelo qual esperávamos e para o qual há muito estamos preparados. Vamos, finalmente, poder entregar aos portugueses a tecnologia que vai transformar tudo e abrir possibilidades até aqui nunca imaginadas. O 5G será um pilar central no processo de transição digital da sociedade portuguesa e no reforço da competitividade da nossa economia. Com um ambicioso plano de investimento, a Nos assume a liderança desta nova era, ao serviço do país e dos nossos clientes", comenta Miguel Almeida, o CEO da Nos. 

A empresa indica que os primeiros clientes a experimentar a oferta comercial de 5G serão os "subscritores do tarifário Sem Limites Max, que sem necessidade de qualquer ativação, passaram a ter acesso imediato à nova tecnologia móvel." De acordo com a informação disponível no site da operadora, este tarifário tem um custo associado de 49,99 euros por mês; a propósito da Black Friday, figura com um valor de 39,99 euros por mês.

A operadora de telecomunicações acrescenta que "nos próximos dias serão lançadas mais ofertas" no âmbito do 5G. 

Esta quinta-feira, a Anacom anunciou que a Dense Air, Nos e Vodafone já pagaram o montante que cada uma investiu no leilão do 5G. O leilão rendeu no total 566,8 milhões de euros. A Nos, que agora arranca com a oferta comercial, foi a operadora que mais gastou neste leilão, com um valor associado de 165 milhões de euros. 

A Nos já havia referido em algumas ocasiões que estava preparada para arrancar com a oferta comercial de 5G em Portugal assim que a Anacom atribuísse a licença. 

(notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais 5G Nos licença
Outras Notícias