Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UE lança programa espacial para rivalizar com Starlink de Musk

A União Europeia quer desenvolver uma infraestrutura de satélites em órbita terrestre baixa para garantir uma conectividade confiável, segura e económica para comunicações governamentais e comerciais

Pexels
Negócios com Bloomberg 22 de Fevereiro de 2021 às 12:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A União Europeia anunciou esta segunda-feira, 22 de fevereiro, vários programas destinados a impulsionar as indústrias civil, espacial e de defesa do bloco, incluindo uma infraestrutura de satélites em órbita terrestre baixa para rivalizar com a rede Starlink de Elon Musk.

Segundo adiantou a Comissão Europeia, a iniciativa tem como objetivo fornecer uma conectividade confiável, segura e económica para comunicações governamentais e comerciais, assim como banda larga de alta velocidade em toda a Europa.

A Comissão especificou ainda que tem em curso um estudo de viabilidade para definir o alcance do projeto e os custos associados.

Outros programas da UE anunciados esta segunda-feira têm como alvo a gestão do tráfego de satélites no espaço para evitar colisões e o desenvolvimento de novas capacidades ao nível dos drones europeus.

A União Europeia dá assim mais um passo no sentido de criar uma infraestrutura capaz de rivalizar com a Starlink idealizada por Elon Musk, um serviço de internet por satélite que, de acordo com os dados revelados pela SpaceX no início deste mês, conta agora com "mais de 10 mil utilizadores nos Estados Unidos e no estrangeiro".

A empresa, que arrancou com um programa beta do Starlink em outubro, está atualmente a oferecer serviços de internet nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.  O preço do serviço é de 99 dólares por mês, além dos 499 dólares relativos ao kit Starlink, necessário para ter acesso ao serviço, e que inclui um terminal de utilizador e um router Wi-Fi para fazer a ligação aos satélites.

Com este projeto, a SpaceX, de Elon Musk, propôs-se a construir uma rede de internet interconectada com milhares de satélites, conhecida na indústria espacial como uma constelação, com o objetivo de fornecer internet de alta velocidade a clientes em qualquer lugar do mundo.

Há dois anos, a Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos autorizou a SpaceX a lançar 11.943 satélites, sendo que o objetivo da empresa é ter 4.425 satélites em órbita até 2024.

Ver comentários
Outras Notícias