Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sata incluída na Aliança para a Aviação com Emissões Zero de gases poluentes

Comissão Europeia divulga a lista dos primeiros 74 membros da aliança que tem como meta lançar no mercado 44 mil aeronaves movidas a hidrogénio e eletricidade, dentro de 20 anos.

Ana Petronilho anapetronilho@negocios.pt 26 de Setembro de 2022 às 16:04
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

A companhia aérea açoriana Sata é a única transportadora portuguesa a integrar a Aliança da Aviação para as Emissões Zero (AZEA, na sigla inglesa), que tem como objetivo desenvolver parcerias para que, dentro de 20 anos, sejam construídos mais de 40 mil aviões movidos a hidrogénio e eletricidade.


A lista dos primeiros 74 membros da nova Aliança foi divulgada pela Comissão Europeia esta segunda-feira e inclui empresas de toda a indústria aeronáutica, entre as quais companhias aéreas, empresas de aluguer de aeronaves (‘lessors’), aeroportos, fornecedores de energia, empresas de fabrico de motores, associações empresariais e organizações da sociedade civil. 


Também a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA, sigla em ingês) e o Eurocontrol, a organização europeia para a segurança da navegação aérea, se juntaram a esta Aliança.


A AZEA foi lançada a 24 de junho deste ano pela Comissão Europeia com o objetivo de contribuir para desenvolver novos aviões movidos a hidrogénio e a eletricidade de modo a, em duas décadas, colocar no mercado mais de 44 mil novas aeronaves com emissões zero de gases poluentes.


Este é um dos contributos do transporte aéreo para que se cumpra com a meta da neutralidade climática da Europa em 2050, estimando Bruxelas que as novas tecnologias de propulsão irão ter um "profundo impacto" no desenho dos aviões e também nas infraestruturas dos aeroportos.

Ver comentários
Saber mais aviação aeronaves Sata aviões energia. hidrogénio eletricidade aliança comissão europeia
Outras Notícias