Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Concurso para metrobus do Porto adiado

A Metro do Porto adiou por duas semanas o prazo para a entrega de propostas no concurso para a nova linha BRT Boavista-Império, que prevê um investimento de 66 milhões, financiados pelo PRR.  

Ricardo Castelo
Negócios 30 de Agosto de 2021 às 14:59
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

A Metro do Porto prorrogou por 60 dias o prazo para a entrega das propostas ao concurso público para conceção e construção da linha de BRT (Bus Rapid Transit) Boavista-Praça do Império, o que significa um adiamento de 15 dias face ao prazo inicial (que era de 45 dias).


O aviso de prorrogação de prazo foi publicado esta segunda-feira em Diário da República, adiando para final de outubro a entrega de propostas a esta obra, que representa um investimento de 66 milhões de euros, provenientes do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)


O concurso internacional para a construção da linha de BRT foi lançado no início de julho, integrando este projeto a nova fase de expansão do metro do Porto, estando prevista a sua conclusão até final de 2023.


Em termos de procura, está previsto que esta nova linha possa acrescentar à rede da Metro do Porto uma média diária superior a 31 mil clientes (mais de 11 milhões de validações ano).


A linha Boavista – Império terá uma frequência de cinco minutos em hora de ponta e a ligação entre os seus dois extremos demorará apenas 15 minutos. Vai desenvolver-se ao longo das avenidas da Boavista e Marechal Gomes da Costa, com um traçado de exploração de oito quilómetros (quatro em cada sentido), e vai contar com oito novas estações de superfície: Casa da Música, Bom Sucesso, Guerra Junqueiro, Bessa, Pinheiro Manso, Serralves, João de Barros e Império.

As estações localizadas ao longo da Avenida Marechal Gomes da Costa vão ser desenhadas pelo arquitecto Álvaro Siza.

(Notícia corrigida às 17:05)

Ver comentários
Saber mais transportes Metro do Porto BRT
Outras Notícias