Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Projecto para navegabilidade e descontaminação do Tejo avança

Governo adicionou projecto de 50 milhões de euros na área marítimo-portuária aos 18 identificados pelo grupo de trabalho para as infra-estruturas de elevado valor acrescentado.

Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 08 de Abril de 2014 às 11:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Governo inclui um novo projecto no sector marítimo-portuário às 18 prioridades nesta área apontadas pelo grupo de trabalho para as infra-estruturas de elevado valor acrescentado.

 

A 19ª prioridade visa a melhoria da navegabilidade e descontaminação de sedimentos com níveis de contaminação elevados do estuário do Tejo, a construção de depósito de contenção destes sedimentos e a sua rentabilização.

 

O investimento necessário a este projecto é de 50 milhões de euros, estando prevista a sua conclusão até 2016.

 

De acordo a descrição que consta do Plano Estratégico dos Transportes e Infra-Estruturas (PETI), esta intervenção “apresenta um potencial moderado de captação de tráfego, sendo de destacar, ao nível da dimensão de intermodalidade, a melhoria das ligações consideradas insuficientes entre os portos de Lisboa”.

 

O projecto proporcionará “uma redução dos actuais custos de operação e manutenção” e tem “potencial de co-financiamento comunitário”, é ainda referido.

 

No total, o investimento nos projectos do sector marítimo-portuário soma 1.534 milhões de euros, dos quais a grande fatia (945 milhões de euros) terá de ser financiada por privados.

 

Segundo o plano do Executivo, 389 milhões serão provenientes dos fundos comunitários que o país receberá entre 2014 e 2020, sendo o esforço público de 200 milhões de euros.        

Ver comentários
Saber mais transportes portos PETI infra-estruturas
Outras Notícias