Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Energia dá fôlego a Wall Street

As bolsas norte-americanas fecharam em alta, animadas pelo bom desempenho dos títulos da energia que se sobrepôs aos receios em torno do facto de a Turquia ter abatido um avião militar russo.

Bloomberg
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 24 de Novembro de 2015 às 21:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Dow Jones encerrou a somar 0,11% para 17.812,19 pontos e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,1% para 2.088,54 pontos.

 

O índice tecnológico Nasdaq Composite, por seu lado, valorizou 0,01%, para 5.102,80 pontos.

 

As praças do outro lado do Atlântico chegaram a estar a negociar no vermelho, devido aos receios de maiores tensões geopolíticas depois de a Turquia ter abatido um avião militar russo, dizendo que sobrevoava o seu espaço aéreo.

 

No entanto, a boa performance dos preços do petróleo nos mercados internacionais, que avançou perto de 3% em Londres e em Nova Iorque, contribuiu para animar os títulos ligados ao sector da energia, o que acabou por ter mais peso no sentimento dos investidores.

 

Além da energia, também outras empresas ligadas às matérias-primas estiveram em alta, com todo o sector a beneficiar esta terça-feira de algum optimismo.

 

Do lado oposto, nas perdas, destaque para os títulos das companhias aéreas, que estão a ser castigados pelos receios em torno dos atentados terroristas – essas preocupações intensificaram-se depois de o governo norte-americano ter emitido ontem um "alerta mundial" para os riscos de os seus cidadãos viajarem, devido a um aumento das "ameaças terroristas".

 

Em comunicado, o Departamento de Estado evocou "informações actuais que deixam entender que o EI [o autoproclamado Estado Islâmico], a Al-Qaeda, o Boko Haram e outros grupos terroristas continuam a planear ataques em múltiplas regiões".

Ver comentários
Saber mais Wall Street bolsa S&P 500 Dow Jones Nasdaq Composite
Outras Notícias