Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento de capital da Greenvolt: procura por direitos da Altri fica 1,43 vezes acima da oferta

Os acionistas da Altri compraram a totalidade dos 23 milhões de direitos de subscrição para o aumento de capital da Greenvolt que estiveram disponíveis nos últimos dois dias.

  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A Altri vendeu todos os direitos de subscrição do aumento de capital da Greenvolt que tinha disponíveis nos dois dias de oferta. A empresa decidiu não acompanhar o aumento de capital da energética, reduzindo assim a posição que detém, e vendeu os seus direitos aos acionistas. A procura foi 1,43 vezes superior à oferta, segundo dados divulgados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

"A oferta pública de venda de 23.154.783 direitos de subscrição de ações da Greenvolt – Energias Renováveis, S.A., lançada pela Altri e pela Caima e cujo período de aceitação decorreu nos dias 21 e 22 de junho, foi integralmente aceite pelos respetivos destinatários (acionistas da Altri)", anunciou. "A procura de direitos nesta oferta excedeu em 1,43 vezes o respetivo objeto".

Está a decorrer, até dia 4 de julho, o aumento de capital da Greenvolt, a par do início da negociação dos direitos de subscrição das novas ações a emitir pela empresa liderada por João Manso Neto. A Altri, maior acionista da empresa de energias renováveis (com 19,08%) indicou logo que não iria acompanhar a operação, colocando à venda os mais de 23 milhões de direitos de subscrição entre segunda e quarta-feira.

A papeleira deu aos acionistas a possibilidade de comprarem os direitos a 0,13 euros, com desconto face aos direitos a negociar em bolsa. Esta quinta-feira, os direitos fecharam a sessão nos 0,1755 euros cada. Ao fechar a venda de todos os direitos, a Altri conseguiu um encaixe de cerca de três milhões de euros.

O aumento de capital, que visa levantar 100 milhões de euros, dirige-se aos atuais acionistas da Greenvolt, a um preço de 5,62 euros por ação, mas outros investidores também poderão participar adquirindo direitos de subscrição (se comprarem direitos). Uma nova ação com um fator de subscrição de 0,14659, ou seja, quase sete (6,822) ações detidas atualmente dão direito à compra de uma nova ação ao preço de 5,62 euros.

(Notícia atualizada às 17:40)
Ver comentários
Saber mais Altri Greenvolt Comissão do Mercado de Valores Mobiliários CMVM
Outras Notícias