Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa de Lisboa na linha de água. Energia penaliza

O principal índice português cedia ligeiramente no arranque da sessão (-0,03%). O setor energético comanda as perdas. Já o BCP é a cotada que mais ganha.

Tiago Sousa Dias
Marta Velho martavelho@negocios.pt 17 de Junho de 2022 às 08:21
  • Partilhar artigo
  • 11
  • ...
A bolsa de Lisboa arrancou a sessão de negociação desta sexta-feira na linha de água, com o PSI a registar um muito ligeiro recuo de 0,03% para 5886,68 pontos. Das 15 cotadas no principal índice nacional, seis subiam, cinco desciam e quatro mantinham-se inalteradas face à cotação da sessão anterior.

O setor energético lidera as perdas, com a Greenvolt a destacar-se, perdendo 1,32%. A partir de segunda-feira, a empresa liderada por João Manso Neto vai emitir 17.792.576 novas ações a um preço unitário de 5,62 euros, aumentando o seu capital social em quase 100 milhões de euros.

O grupo EDP também está no vermelho, com a casa mãe a cair 0,69% e a Renováveis a ceder 0,19%. Galp Energia e REN não sofrem alterações e mantêm a cotação da sessão anterior.

O setor papeleiro regista igualmente um fraco desempenho esta manhã, com a Navigator (-0,83%) e a Altri (-0,08%) a comporem o conjunto das empresas em queda. A Semapa mantinha-se inalterada.

Do lado dos ganhos, retalho (Jerónimo Martins 0,16% e Sonae 0,18%), comunicações (Nos 0,81%), construção (Mota Engil 0,49%) e correios (0,76%) estão a negociar positivos. A Corticeira Amorim não sofre alterações.

Já o BCP é a cotada que mais ganha, subindo 0,85%, em linha com os ganhos da banca europeia. O setor será um dos beneficiados do aperto da política monetária por parte dos bancos centrais.

Ainda assim, em geral, os investidores mantém-se receosos em relação aos efeitos na economia mundial de aumentos mais agressivos das taxas de juro diretoras. Depois de mais um "sell off" generalizado na quinta-feira, esta manhã as principais praças da Europa arrancaram a negociação mistas.


Notícia atualizada
Ver comentários
Saber mais Bolsa de Lisboa PSI economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa
Outras Notícias