Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Chineses na Mota-Engil originam o melhor mês em bolsa em sete anos e meio

As ações da construtora portuguesa dispararam mais de 30% em bolsa num só dia. Mesmo com a posterior correção, agosto foi o melhor mês da empresa desde janeiro de 2013.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 31 de Agosto de 2020 às 18:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As ações da Mota-Engil valorizaram mais de 34% em agosto deste ano, devido ao anúncio de um acordo de parceria com a empresa China Communications Construction Company (CCCC), que se irá tornar "um acionista relevante e um parceiro de longo prazo" do grupo controlado pela família de António Mota.

É preciso recuar para janeiro de 2013, para vermos a Mota-Engil valorizar tanto em bolsa. Na altura, teve um ganho mensal de 38%.

Agora, com esta possível entrada da China Communications Construction Company (CCCC) - a quarta maior contrutora do mundo - na Mota-Engil, o grupo português beneficiou em bolsa.



Através da compra de uma "participação relevante" à Mota Gestão e Participações (MGP), a "holding" da família Mota, e da subscrição de um aumento de capital de até 100 milhões de ações, a CCCC passará a deter mais de 30% do grupo português.

O negócio, segundo a cotada, avalia-a em cerca de 750 milhões de euros, o que é mais do dobro do valor de mercado que tinha um dia antes de comunicar a operação (cerca de 344 milhões).

No dia em que foi feito o anúncio, a empresa valorizou 32%.

Ver comentários
Saber mais Mota-Engil economia negócios e finanças
Mais lidas
Outras Notícias