Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Donos da Mayoral reforçam nos CTT

A firma espanhola que controla a cadeia de roupa infantil Mayoral detém agora 8.492.745 acções dos CTT.

A recomendação para os CTT é de “comprar”, tendo em conta o potencial de subida de 27% face ao preço-alvo de 4,70 euros. O CaixaBI adianta que o balanço sólido e a capacidade para gerar “cash flow” representam “excelentes” indicadores para manter uma “política de dividendos generosa”.
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 04 de Janeiro de 2018 às 17:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

A Indumenta Pueri, que entrou no capital dos CTT em Junho do ano passado, reforçou no capital da empresa de correios portuguesa.

 

De acordo com um comunicado enviado para a CMVM, a firma espanhola que controla a cadeia de roupa infantil Mayoral detém agora 8.492.745 acções dos CTT, que correspondem a 5,6618% do capital da companhia liderada por Francisco Lacerda.

 

Este reforço de posição aconteceu a 29 de Dezembro, já depois dos CTT terem apresentado o plano de corte de custos que prevê a eliminação de 800 postos de trabalho e que foi bem recebido nos mercados accionistas. 

 

A entrada no capital foi coma meta dos 5% a ser superada, aconteceu a 4 de Julho, dia em que os títulos da empresa presidida por Francisco Lacerda negociavam nos 5,566 euros.

 

No comunicado de hoje, a Indumenta Pueri salienta que além da actividade na moda infantil, "tem outras subsidiárias cuja actividade é investir os excedentes de liquidez do grupo no mercado de capitais".

 

A Indumenta Pueri reforça assim o estatuto de accionista de referência dos CTT, sendo apenas superado pela Gestmin, que controla mais de 10%.

Ver comentários
Saber mais CTT correios Mayoral
Mais lidas
Outras Notícias