Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JB Capital Markets inicia cobertura da Mota com recomendação de compra

O preço-alvo atribuído às ações da construtora é de dois euros, o que lhe confere um potencial de valorização de 67%.

O México é um dos mercados onde a Mota-Engil, liderada por Moura Martins, vê hoje várias oportunidades.
Mariline Alves
Negócios jng@negocios.pt 21 de Setembro de 2020 às 19:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

A JB Capital Markets (JBCM) iniciou hoje a cobertura da Mota-Engil, à qual atribuiu uma recomendação de "comprar" e um preço-alvo de 2 euros por ação, conferindo-lhe um potencial de valorização de 57,5% face à cotação de fecho de sexta-feira.

 

Atendendo a que nesta segunda-feira a construtora perdeu 5,67% para 1,1980 euros, o potencial de subida face ao "target" da JBCM é agora de 66,94%.

 

Sob o título "Chasing the african dream", a madrilena JBCM identifica na sua metodologia de avaliação 47% do valor atribuído à divisão africana, 23% à Europa e 22% à América Latina, "reconhecendo o potencial pelo valor recorde da sua carteira assim como o percurso internacional da companhia iniciado em África em 1946".

 

Para a Mota-Engil, e segundo o head of Investor Relations, Pedro Arrais, "o início de cobertura de uma entidade relevante baseada em Madrid, e com implementação a nível europeu como é a JB Capital Markets, vem reforçar a visibilidade da companhia ao disponibilizar informação acrescida para o mercado financeiro, facto relevante numa companhia que aumentou em 76% o volume de transação de ações em 2020 face à média de liquidez em 2019".

 

Segundo o mesmo responsável, o aumento do volume de negociação de ações da construtora "revela claramente o crescente interesse pela Mota-Engil, que atingiu em junho o recorde histórico da sua carteira de encomendas, um barómetro fundamental nesta indústria, o que permite encarar o futuro com otimismo, conjugado com sentido de responsabilidade e a exigência que o atual contexto coloca às empresas em geral".

 

No acumulado do ano, as ações da empresa liderada por Gonçalo Moura Martins (na foto) cedem 34,94%.

Ver comentários
Saber mais JB Capital Markets Mota-Engil JBCM
Mais lidas
Outras Notícias