Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins sobe quase 4% e sustenta ganhos do PSI-20

A bolsa nacional voltou ao verde após três sessões de perdas, animada sobretudo pela Jerónimo Martins, que reage o crescimento das vendas em 2020.

A carregar o vídeo ...
Rita Faria afaria@negocios.pt 13 de Janeiro de 2021 às 08:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A bolsa nacional abriu com sinal positivo esta quarta-feira, 13 de janeiro, depois de três sessões consecutivas de perdas, com o PSI-20 a valorizar 0,42% para 5.148,27 pontos.

A praça de Lisboa contraria assim a tendência das principais praças europeias, que iniciaram o dia com perdas ligeiras, numa altura em que os investidores têm as atenções centradas nos Estados Unidos. Ontem, o vice-presidente Mike Pence rejeitou invocar a 25ª emenda da Constituição para afastar Donald Trump do cargo e, hoje, a Câmara dos Representantes deverá votar um processo de destituição do ainda líder da Casa Branca.

Por cá, os ganhos estão a ser suportados sobretudo pela Jerónimo Martins, que valoriza 3,76% para 15,015 euros, depois de ter anunciado ontem que fechou 2020 com um aumento das vendas de 3,5%. A dona dos supermercados Pingo Doce faturou 19,3 mil milhões de euros, num ano marcado pelo "contexto particularmente difícil" da pandemia.

A subida das vendas do grupo foi impulsionada pela polaca Biedronka, que registou um aumento de 6,7%, para 13,5 mil milhões de euros. A insígnia liderou o crescimento no setor do retalho alimentar na Polónia no ano passado.

 

Já a Galp sobe 0,61% para 9,562 euros, com as ações a reagirem à mudança de CEO anunciada ontem. Carlos Gomes da Silva está de saída da empresa e o cargo de presidente executivo será ocupado por Andy Brown, antigo diretor de "upstream" da Shell. 

 

A contribuir para os ganhos do índice nacional estão ainda a EDP, a Nos e a Sonae, todas com subidas inferiores a 0,5%.

 

Por outro lado, a travar os ganhos estão sobretudo o BCP e a EDP Renováveis. O banco liderado por Miguel Maya desce 1,02% para 13,61 cêntimos, enquanto a EDP Renováveis desliza 1,07% para 23,15 euros.

Ver comentários
Outras Notícias